Porto Alegre, terça-feira, 08 de março de 2016. Atualizado às 11h07.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
31°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,7780 3,7800 0,42%
Turismo/SP 3,6500 3,9500 2,06%
Paralelo/SP 3,6500 3,9500 2,06%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Conjuntura 08/03/2016 - 10h43min. Alterada em 08/03 às 11h07min

IPC-S desacelera 0,68% na primeira leitura de março, diz FGV

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) desacelerou para 0,68% na primeira leitura de março, após 0,76% no fechamento de fevereiro, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado também ficou menor que a taxa de 1,80% apurada na primeira medição do mês passado.
Conforme a FGV, taxas de três conjuntos de preços avançaram na passagem do fim de fevereiro para a o começo de março. O grupo Alimentação mostrou ligeira alta de 1,08%, na comparação com 1,07%, devido especialmente pelo encarecimento das frutas (4,95% para 5,82%).
A classe de Despesas Diversas também acelerou o ritmo de elevação, de 1,58% para 1,80% na primeira quadrissemana de março - últimos 30 dias terminados na segunda-feira, 7. A alta, conforme a FGV, reflete o reajuste nos preços de cigarros recentemente em algumas capitais do País. Com isso, o item cigarros saiu de uma variação de 3,28% para 3,73% na primeira medição deste mês. Já o grupo Comunicação (de 0,83% para 1,01%) avançou impulsionado pelo encarecimento na tarifa de telefone móvel (1,14% para 1,81%).
Já os demais grupos componentes do IPC-S registraram altas menos expressivas em relação ao fim de fevereiro. O conjunto de preços de Habitação arrefeceu a 0,19%, após 0,39%, com destaque para a deflação de 0,23% apurada em condomínio residencial, ante taxa positiva de 0,35%.
A taxa do grupo Vestuário ficou praticamente inalterada, ficando perto da estabilidade, em 0,03% na primeira quadrissemana de março (de 0,04%), com destaque para o comportamento dos preços de calçados (de 0,49% para 0,06%). Já a variação de Saúde e Cuidados Pessoais continuou em 0,69%. Neste grupo, a FGV ressalta o avanço na taxa de perfume (de 1,09% para 1,37%).
O grupo Educação, Leitura e Recreação (de 0,44% para 0,33%), conforme a FGV, refletiu a queda em passagem aérea, de 4,66%, após aumento de 1,75% no fechamento de fevereiro.
No caso de Transportes, cuja taxa desacelerou para 0,88% na primeira quadrissemana de março (ante 1,13%), a FGV ressalta o fim do impacto dos reajustes nas tarifas de transporte urbano, que subiram em janeiro. O item tarifa de ônibus urbano arrefeceu para menos da metade da alta de 1,50% vista no fim do mês passado, atingindo 0,66%.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
IGP-DI de fevereiro fica em 0,79%, informa FGV
Com o resultado, o IGP-DI acumula alta de 2,33% no ano e elevação de 11,93% nos últimos 12 meses
Pedidos de recuperação judicial crescem 116,4% em dois meses
O número de recuperações judiciais requeridas em todo o país no primeiro bimestre de 2016 foi 116,4% maior que o registrado no mesmo período de 2015
Projeção de IPCA para 2016 sobe de 7,57% para 7,59%, aponta Focus
Depois de uma semana de respiro, o mercado financeiro voltou a elevar suas projeções para a inflação deste ano
Projeções de analistas já apontam para queda do PIB acima de 4% este ano
Nas projeções de bancos e consultorias, a queda da atividade pode até passar de 4% neste ano

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo