Porto Alegre, domingo, 27 de março de 2016. Atualizado às 22h45.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
27°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6800 3,6820 0,10%
Turismo/SP 3,6200 3,8600 0,78%
Paralelo/SP 3,6200 3,8600 0,78%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Palavra do Leitor Roberto Brenol Andrade


Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 28/03/2016

Cais Mauá

Finalmente, o prefeito da Capital, José Fortunati (PDT), disse (coluna Começo de Conversa, Jornal do Comércio, 24/03/2016), o que todos os porto-alegrenses sabiam há muito tempo: o projeto Cais Mauá não terá continuidade e só Deus sabe mesmo quando sairá. Aqui, o bom é ser do contra e grenalizar tudo. (Maria Olinda Reverbal, Porto Alegre)
Feriadões
Quando criança e até o final da adolescência, aprendi a respeitar muito a Semana Santa, então assim chamada a Semana da Páscoa. Hoje em dia, só ouço falar de "feriadão", de quantos veículos vão sair de Porto Alegre e muito pouca citação sobre o simbolismo da data. E isso vale para todos nós, não apenas para os cristãos. Foi um momento único na história da humanidade, mas hoje tão desvalorizado. (Cristina Montoro, Porto Alegre)
Terrorismo
Ninguém está livre do terrorismo, em qualquer lugar do mundo. Quando pessoas se matam em nome dos seus princípios religiosos fica difícil se defender. O mais cruel é que os suicidas loucos buscam locais onde haja bastante gente, aglomeração. Assim, as mortes serão muitas, inclusive dos que se explodem, é claro. Mundo incompreensível o nosso. (Miguel Raiz, Porto Alegre)
Impeachment
Concordo com os que estão preocupados com o possível impeachment. Os nomes para eventual sucessão da presidente Dilma Rousseff (PT) inspiram pouca visibilidade de um Brasil melhor. Então, estamos mal nessa história. Como sempre, quem sai perdendo é o povo. (Marilene de Freitas, Porto Alegre)
Golpe de 1954
Vi Getulio Vargas uma vez só na vida. Foi no dia 24 de agosto de 1954. Ele estava no caixão do Palácio do Catete. Morto com uma bala de 32 no coração. O ambiente político nacional era tão conturbado, que até crianças como eu se envolviam nas discussões sobre o "mar de lama" que o jornalista Carlos Lacerda acusava ter invadido o governo. Na madrugada daquele dia fatídico, a Aeronáutica e a Marinha haviam pedido a deposição de Vargas. Numa reunião ministerial realizada às cinco da manhã, o então ministro da Guerra, general Zenóbio da Costa, vacilou. Defenderam o presidente a filha Alzirinha, Oswaldo Aranha e Tancredo Neves, a quem Getulio doara, num gesto altamente simbólico, sua caneta Mont Blanc, que hoje está com Aécio Neves. O irmão Benjamin acordou-o para relatar que a Vila Militar se levantara e ele seria preso e levado para uma enxovia no Galeão ou a Ilha das Cobras. Às oito e meia ouviu-se o tiro da morte. Getulio Vargas se suicidara. (Paulo Ramos Derengoski, Lages/SC)
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um lado que julgo não confiável e que precisa ser extirpado
Criação de peixes
Por que não há criação de camarões em confinamento em Rio Grande, Tramandaí e na Lagoa do Peixe?
Transporte coletivo
Com relação à opinião do ex-prefeito de Porto Alegre Olívio Dutra (Palavra do Leitor, 18/03/2016)
Crise
A economia brasileira está muito mal. Além disso, a crise na política está paralisando o País

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo