Porto Alegre, segunda-feira, 28 de março de 2016. Atualizado às 11h12.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
27°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6340 3,6360 1,24%
Turismo/SP 3,6200 3,7900 1,81%
Paralelo/SP 3,6200 3,7900 1,81%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Palavra do Leitor Roberto Brenol Andrade


Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 24/03/2016

Lava Jato

O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um lado que julgo não confiável e que precisa ser extirpado. São advogados nomeados ministros do STF para servir ao governo. É por isso que a presidente Dilma Rousseff (PT) briga tanto para que Lula (PT) seja julgado lá. Aproveitando-se das atenções voltadas à Lava Jato e ao Lula, a parte obscura do STF está soltando mensaleiros condenados. Pelo visto, já existe a intenção no Supremo de criminalizar o juiz Sérgio Moro por ter tido a ousadia de tratar criminosos do colarinho branco como qualquer bandido comum. Discute-se o direito ao privilégio e se faz vista grossa para o crime da autoridade metida a besta. É triste ver um juiz competente, como Sérgio Moro, ser submetido a advogados que viraram ministros do STF a reboque da politicagem. (Lino Tavares)
Lava Jato II
Demorou, mas acabou acontecendo: o juiz Sérgio Moro está sendo "fritado" pelo STF. Agora, ele não pode tocar a investigação sobre o ex-presidente Lula (PT). Qual o verdadeiro motivo? Estou decepcionado. (Saulo Monteiro, Osório/RS)
Lava Jato III
A delação premiada dos executivos da Odebrecht, pegos na Operação Lava Jato, fará tremer a estrutura empresarial e política do Brasil e do Rio Grande do Sul. Com o acordo de leniência de Marcelo Odebretch, talvez se chegue, finalmente, ao coração dos problemas. Ainda há tempo de purificar o Brasil. (Norma Lúcia de Maris, Porto Alegre)
Impeachment
Tirar a presidente Dilma Rousseff (PT) resolverá mesmo quê? O Brasil está com sérios problemas, alguns vindos do exterior. Quando sobrou dinheiro, o governo federal não fez uma poupança. Hoje, pagamos por isso, mas, em termos de reservas cambiais, estamos bem, com cerca de US$ 370 bilhões. É o tal de "colchão de divisas". (Manoel Souza de Farias, Porto Alegre)
Homicídios
É mesmo triste saber que o Brasil tem 10% dos homicídios ocorridos em todo mundo. Só com muita educação desde a base, e diminuindo bastante a desigualdade social, como vinha fazendo o governo federal com o PT no comando. (Marco Aurélio Freitas, Porto Alegre)
Contabilidade
As contas podem ter resultado nulo, quando receita e despesa orçamentária têm o mesmo valor. Superávit, quando a receita orçamentária tem valor maior do que o da despesa. Déficit, quando a despesa orçamentária superar o valor da receita. Por isso não existe superávit zero nem déficit zero. (Sergio Oliveira, aposentado, Charqueadas/RS)


COMENTÁRIOS
josé mário ferraz - 26/03/2016 18h17min
A experiência aliada à honestidade levaram De Gaulle a dizer que a política é assunto sério demais para ficar a cargo só dos políticos. Se é verdade com os políticos, que dizer dos politiqueiros a que estamos acostumados. Negócio é deixar de ser analfabeto o político citado por Bertold Brecht.

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Cais Mauá
Finalmente, o prefeito da Capital, José Fortunati (PDT), disse o que todos os porto-alegrenses sabiam há muito tempo
Criação de peixes
Por que não há criação de camarões em confinamento em Rio Grande, Tramandaí e na Lagoa do Peixe?
Transporte coletivo
Com relação à opinião do ex-prefeito de Porto Alegre Olívio Dutra (Palavra do Leitor, 18/03/2016)
Crise
A economia brasileira está muito mal. Além disso, a crise na política está paralisando o País

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo