Porto Alegre, domingo, 20 de março de 2016. Atualizado às 22h44.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
29°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5810 3,5830 1,88%
Turismo/SP 3,6100 3,7700 0,78%
Paralelo/SP 3,6100 3,7700 0,78%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Começo de Conversa Fernando Albrecht


Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 21/03/2016

O dia do meu bem

LEONARDO CONTURSI/DIVULGAÇÃO/JC

Há grossas nuvens de tempestade no céu brasileiro. Aproxima-se uma cirurgia pesada enquanto a economia em pandarecos ruma a um segundo semestre tenebroso, do qual mal se juntará algum caco. Procura-se a paz de uma criança dormindo, como na música A Noite do Meu Bem, de Dolores Duran. A torcida é que haja um alvorecer como o da foto.

Tomaram conta

Não tem como não ver. O Centro Histórico da Capital foi retomado pelos camelôs, ambulantes que não ambulam com toda sorte de bugigangas nas calçadas, meio-fio e leito das ruas. Eventualmente a fiscalização da Smic atua, mas é luta inglória. Parece que perdemos mais essa guerra.

Sem chance

Até para Ele existem missões impossíveis. Por exemplo, a Câmara de Vereadores de Maricá (RJ) dar o título de cidadão ou homenagear o prefeito Eduardo Paes, do Rio de Janeiro.

Mais do mesmo

Quando o PT diz que boa parte dos protestos é mais anti-PT que pró-oposição é a verdade. Lideranças do partido já o disseram quando da apertada vitória de Dilma na eleição de 2014. De lá para cá só fez aumentar.

Nível de segurança

Como diz o presidente de uma entidade ligada à fiscalização, a nossa maior luta deve ser para reduzir a inflação a níveis civilizados. Eliminá-la é impossível.

O mandiocal

A grande aflição do cidadão comum é com o after day do impeachment, se e quando ele ocorrer, já que as lideranças disponíveis não despertam entusiasmo. Bem, uma crise é como uma plantação de mandioca ultimamente famosa. Você olha e não vê o tamanho da raiz que se esconde abaixo do solo.

A águia pousou

Trecho da nota oficial da UGT, com fortes críticas ao governo Dilma, cujo título remete ao logotipo do STICC (construção civil): "A águia pousou, mas não consegue definir qual será o seu próximo voo". A UGT é a segunda maior central sindical do Brasil, com 1.277 entidades sindicais e 1,458 milhão de sindicalizados.

Aliás...

...como nas gravações autorizadas pela Justiça do ex-presidente Lula ele se referiu de forma reticente ao novo titular da Justiça, parece que tão logo suas orelhas pararam de arder ele se fardou e entrou em campo.

Olimpíadas 2016

Quando não é uma coisa é outra. O governo é campeão olímpico na modalidade tiro no pé. É incrível a capacidade do governo Dilma em jogar gasolina no fogo. Tudo o que o novo ministro da Justiça Eugênio Aragão não deveria dizer em relação à Polícia Federal sua excelência disse.

Sábia observação

O presidente da Fiergs, Heitor José Müller, convocou sexta-feira uma reunião extraordinária do Conselho de Representantes da entidade com o alerta "a economia não pode esperar". Total verdade. É só ver o que está acontecendo ao redor para se alarmar com o que se poderia sintetizar com "está tudo parando".

Perigo de choque

Se por um passe de mágica desaparecesse das capas dos jornais toda referência aos momentosos assuntos ligados à Lava Jato e impeachment e a imprensa se dedicasse apenas a retratar o atual estágio da economia, e se essas informações fossem absorvidas em pelo menos 50% dos leitores, a sociedade ficaria em estado de choque.

Longa experiência

T ruculências na boca de governantes e autoridades são comuns na política brasileira. Quando a abertura lenta, gradual e segura, no ocaso do regime militar, se desenhava no horizonte, os meios castrenses começaram a resmungar, o que levou o general presidente João Figueiredo a disparar: "Quem for contra a abertura eu prendo e arrebento".

Longa experiência

Truculências na boca de governantes e autoridades são comuns na política brasileira. Quando a abertura lenta, gradual e segura, no ocaso do regime militar, se desenhava no horizonte, os meios castrenses começaram a resmungar, o que levou o general presidente João Figueiredo a disparar: "Quem for contra a abertura eu prendo e arrebento".

Miúdas

  • CINQUENTÁRIO do PMDB será comemorado amanhã. Talvez seja dia de tomada de posição definitiva. Ou não.
  • SÁBADO de manhã é o período em que os sádicos das operadoras de telemarketing infernizam a vida de todo mundo.
  • SEM falar nas gravações. Pessoas você pode desancar, mas se é uma gravação, adeus. Engula ou exploda.
  • APESAR do golpe no politicamente correto, a defesa das atingidas nas escutas é na linha "nada é o que parece".

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Família Sartori Arquitetura neoclássica Coelho comunitário Mamãe eu quero

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo