Porto Alegre, segunda-feira, 14 de março de 2016. Atualizado às 19h39.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
31°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6500 3,6520 1,72%
Turismo/SP 3,5500 3,7700 0,52%
Paralelo/SP 3,5500 3,7700 0,52%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Direitos Humanos Notícia da edição impressa de 15/03/2016. Alterada em 14/03 às 19h39min

TRT4 conscientiza sobre igualdade de gênero

MARCO QUINTANA/JC
Conforme Beatriz, a ideia é inserir o tribunal de forma proativa na busca da diminuição das diferenças

Évilin Matos, especial

O mérito de um aumento salarial ou de ascensão na carreira dentro de uma empresa deveria ser atribuído às capacidades técnicas, destreza ou capacitação dos funcionários. A respeito disso, via de regra, ninguém discorda. Entretanto, o cenário visto no mercado de trabalho apresenta uma realidade adversa. Um estudo realizado pela ONU Mulheres aponta uma quadro discrepante entre os gêneros no mercado de trabalho. Segundo a pesquisa, em média, as mulheres empregadas ganham de 10% a 30% a menos do que os homens para desempenhar as mesmas tarefas. Além disso, o estudo mostra que elas têm menor probabilidade de ocupar cargos de liderança em empresas e negócios.
De acordo com a Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil ocupa o primeiro lugar entre 46 nações no ranking de maior desigualdade de renda entre gêneros no mercado de trabalho, uma vez que o salário médio de uma mulher com educação superior representa 62% do de um homem com a mesma escolaridade. A OCDE também aponta que 57% das empresas brasileiras não contam com trabalhadoras em funções de liderança. A média global é de 32%, destaca a pesquisa da Consultoria Grant Thornton do ano passado.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Centro de Referência da Defensoria completa dois anos Sobreviventes do Holocausto lutam contra discriminação entre povos Porto Alegre ganhará centro de acolhida para imigrantes Porto Alegre ganhará Centro de Referência e Acolhida de Imigrantes
O documento garantirá repasse de R$ 700 mil da União para a construção e a contratação de pessoal

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo