Porto Alegre, segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016. Atualizado às 17h05.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
30°C
33°C
24°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9440 3,9460 1,91%
Turismo/SP 3,7500 4,1300 1,19%
Paralelo/SP 3,7500 4,1300 1,19%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Reino Unido 22/02/2016 - 16h57min. Alterada em 22/02 às 17h05min

Cameron adverte que saída do Reino Unido da UE tem consequências desconhecidas

A votação para decidir se o Reino Unido continuará na União Europeia (UE) será uma "decisão final" com consequências desconhecidas, advertiu primeiro-ministro do país nesta segunda-feira em discurso no Parlamento, em meio a uma forte queda da libra nos mercados de câmbio.
Em seu discurso aos legisladores na Câmara, Cameron disse que o referendo do dia 23 de junho é "decisão democrática direta: ficar ou sair". O trabalho de Cameron seguirá árduo, uma vez que terá que convencer os legisladores conservadores que diante de um acordo, o melhor a fazer é permanecer no bloco.
Ele tentou acabar com as dúvidas sobre permanência na UE entre muitos de seus legisladores conservadores, dizendo que isso seria um "grande salto para o desconhecido", que poderia prejudicar a economia e a segurança da Grã-Bretanha.
"Deixar a UE poderia nos fazer sentir soberano por um breve momento, mas estaremos melhor se permanecermos", disse o premiê. O banco UBS aponta que a probabilidade de uma saída do Reino Unido da União Europeia é de 30%.
No sábado à noite, depois de 30 horas ininterruptas de negociações, os 28 países da União Europeia chegaram a um acordo para atender às exigências do Reino Unido com o intuito de incentivar sua permanência do país no bloco.
O acordo prevê as medidas principais que Cameron estimava. Entre elas, cortes em benefícios para filhos de imigrantes que vivem no exterior - aplicável imediatamente para os que chegarem agora e, a partir de 2020, para os 34 mil requerentes já existentes.
O acordo prevê também emendas em tratados da UE para deixar claro que o requisito feito aos países-membros de buscarem uma união cada vez mais próxima entre si "não se aplica ao Reino Unido".
Além disso, o acordo dispõe de uma "parada de emergência" em benefícios concedidos a trabalhadores que pode ser aplicada por sete anos - menos do que os 13 anos propostos por Cameron, no entanto e mais do que o proposto por outros países. Este mecanismo pararia o ajuda aos imigrantes caso os serviços públicos britânicos se vejam sobrecarregados ou caso a segurança social britânica esteja ameaçada ou seja objeto de reiterados abusos. E por fim, o acordo prevê a autorização para que o Reino Unido tome medidas de segurança de emergência para proteger Londres. 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
David Cameron minimiza ameaças do Estado Islâmico
Ex-premiê Tony Blair pede desculpas por erros na invasão do Iraque
Premiê quer autorizar mulheres a atuarem em linha de combate
Putin teria ordenado morte de espião

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo