Porto Alegre, segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016. Atualizado às 18h29.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
29°C
29°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0020 4,0040 0,10%
Turismo/SP 3,8000 4,1400 0,24%
Paralelo/SP 3,8000 4,1400 0,24%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

energia 29/02/2016 - 18h29min. Alterada em 29/02 às 18h29min

Superintendente prevê lucro de Furnas em 2015 em até R$ 300 milhões

A empresa Furnas, do grupo Eletrobras, vai divulgar lucro no exercício de 2015, revertendo o prejuízo de 2014, antecipou o superintendente de Estratégia e Sustentabilidade, Celso de Oliveira Sant'anna, em evento de comemoração do aniversário de 59 anos da empresa, no Rio. O lucro ficará entre R$ 200 milhões e R$ 300 milhões, segundo ele, que disse aguardar apenas a conclusão do trabalho da auditoria externa para comunicar o resultado ao mercado.
Sant'anna adiantou também a previsão de investimento neste ano, de R$ 2,5 bilhões. No ano seguinte, de R$ 1,395 bilhão; em 2018, R$ 1,8 bilhão. Para 2019 e 2020 estão previstos R$ 2,1 bilhões e R$ 1,34 bilhão, respectivamente.
O superintendente ressaltou também a economia alcançada pela empresa com a reestruturação interna, iniciada em 2011, de R$ 24 milhões, com ajustes da estrutura organizacional. Apenas na área de pessoal, material, serviço e outros, a queda de gastos foi de 26%. As mudanças permitiram à companhia se qualificar "à busca de uma nova captação", disse o superintendente.
Em 2015, a empresa atingiu geração de caixa de R$ 1,7 bilhão, o que levou a uma margem Ebitda de 31%, segundo Sant'anna. Para compor o caixa, a empresa ainda conta com o crédito de indenizações que tem a receber do governo.
"Furnas é credora de indenizações devidas pelos ativos ainda não depreciados ou amortizados relativos à rede básica do sistema existente de transmissão, no total de R$ 9 bilhões (já homologado pela agência reguladora), bem como por investimentos em melhorias e modernizações das usinas cujas concessões foram prorrogadas, num montante pleiteado de R$ 1,3 bilhão", informou a empresa, em comunicado.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Governo adia leilão de energia do tipo A-5 para o final de abril
Agendado até agora para ser feito em 31 de março data que já era fruto de um adiamento o novo certame passou a ser previsto para o fim de abril
Leilão de usinas garante superávit primário em janeiro
O resultado do Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social no primeiro mês do ano foi superavitário em R$ 14,835 bilhões
Cobrança extra na conta de energia elétrica será eliminada em abril
A partir de 1º de abril, o consumidor de energia elétrica não terá mais que pagar o encargo adicional do sistema de bandeiras tarifárias
Aneel licita 6,5 mil quilômetros de linhas de transmissão em abril

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo