Porto Alegre, quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016. Atualizado às 21h49.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
null°C
null°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0460 4,0480 1,35%
Turismo/SP 3,7500 4,1800 0,23%
Paralelo/SP 3,7500 4,1800 0,23%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Mercado de Capitais Notícia da edição impressa de 19/02/2016. Alterada em 18/02 às 22h46min

Dólar avança 1,66% e vai a R$ 4,0493

arte_bolsa_bovespa.jpg

O pessimismo dos investidores com o novo rebaixamento do rating brasileiro, os dados ruins da economia brasileira e o cenário internacional menos favorável levaram o dólar a fechar em alta de 1,66% nesta quinta-feira, cotado a R$ 4,0493. A moeda americana chegou a operar em baixa pela manhã, mas abandonou a tendência.
O rebaixamento do rating soberano brasileiro promovido ontem pela Standard & Poor's não chegou a ser uma surpresa para o mercado, dadas as condições deterioradas da economia. Mas foi mais uma notícia ruim - reforçada, inclusive, pelos dados do Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br), divulgados na manhã desta quinta-feira. O indicador, considerado uma espécie de prévia do PIB, recuou 4,08% em 2015 ante o ano anterior. O dado ficou dentro das estimativas do mercado, mas confirmou o quadro recessivo do País.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Ações do Banrisul acumulam alta de 8,4% Dólar sobe 1% ante o real conduzido pelo exterior Dólar sobe 0,64% e vai a R$ 4,0591 em reação a Tombini
Em nota divulgada pela manhã, Tombini disse considerar "significativas" as mudanças de perspectivas recém-anunciadas pelo FMI
Dólar fecha em alta após fragilidade chinesa derrubar preço do petróleo
O barril de petróleo tipo Brent, por exemplo, afundou mais de 6% no dia, para menos de US$ 32

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo