Porto Alegre, quinta-feira, 04 de fevereiro de 2016. Atualizado às 10h12.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
22°C
35°C
23°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8590 3,8610 1,50%
Turismo/SP 3,8500 4,1500 0,95%
Paralelo/SP 3,8500 4,1500 0,95%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Varejo Notícia da edição impressa de 04/02/2016. Alterada em 03/02 às 22h46min

Comércio gaúcho lançará campanha contra CPMF

JONATHAN HECKLER/JC
Segundo Noer, ideia é mostrar que a volta do tributo onerosa custos

Capitaneada pela Associação Gaúcha do Varejo (AGV), uma campanha do varejo gaúcho contra a volta da CPMF ganhará as ruas do Estado na segunda quinzena de fevereiro. Segundo o presidente da entidade, Vilson Noer, as ações serão divididas em dois eixos: um de publicidade, com adesivos, outdoors e cartazes, e outro de pressão junto aos deputados e senadores gaúchos. A primeira reunião com os parlamentares deve ser realizada ainda neste mês, na sede da Federasul - uma das entidades que já aderiram à campanha, assim como a CDL de Porto Alegre.
"Queremos demonstrar o quanto essa volta é onerosa. É extremamente caro para as pessoas desembolsar esse dinheiro e, como consequência, terá um efeito extremamente negativo para o varejo", argumenta Noer. O dirigente projeta que o imposto traria um impacto de 3% a 5% sobre o faturamento do setor no Rio Grande do Sul. Noer ainda cita a crise no consumo e o aumento recente dos custos como motivos que se somam para a preocupação atual dos empresários. "Além disso, tivemos recentemente o aumento do ICMS. Com mais um imposto, ficaria bastante difícil para o setor", argumenta o dirigente.
A campanha, que deverá servisível nas lojas dos 130 municípios com representação na AGV, ainda está na "fase 1", como classifica Noer, que comenta a busca por adesões de outras entidades empresariais para fortalecer o movimento. Em Brasília, a iniciativa se apoiará em negociações lideradas pelos parlamentares gaúchos que já se manifestaram contrariamente à volta do imposto. "Estamos convidando todos os parlamentares a participarem, porém", agrega Noer, que ressalta que outras iniciativas semelhantes estão sendo articuladas por entidades em outros estados.


COMENTÁRIOS
Dario Roque Thomaz - 04/02/2016 09h44min
O maior problema da CPMF não é o tributo em si, mas o índice. 0,38% é demais. Até 0,15% ou 0,075% se cobrarem também sobre os créditos seria um índice digerível.

Cladir Olimpio Bono - 04/02/2016 09h16min
Parabéns a AGV, na pessoa de seu Presidente Vilson Noer, pela iniciativa, mais entidades deveriam se juntar a campanha. Não aguentamos mais tanto impostonCladir BononPresidente do Sindilojas de Farroupilha - RS

DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Venda de linha branca tem primeira queda em 6 anos Faturamento dos shoppings atinge R$ 151,5 bi em 2015 e cresce 6,5% Feira do Material Escolar abre nesta quinta-feira em Porto Alegre Consumidores driblam alta do material escolar

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo