Porto Alegre, quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016. Atualizado às 21h55.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
null°C
null°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0460 4,0480 1,35%
Turismo/SP 3,7500 4,1800 0,23%
Paralelo/SP 3,7500 4,1800 0,23%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Palavra do Leitor Roberto Brenol Andrade


Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 19/02/2016

Começo de Conversa

Um amigo de Porto Alegre me entregou um exemplar do Jornal do Comércio do dia 16/02/2016. Sou paulista casado com gaúcha há 46 anos. Gosto muito dos jornais de Porto Alegre. Mas o que me leva a chegar até o colunista Fernando Albrecht foi o exemplo de criatividade quando publicou a foto citando o Churrasco Fluvial. Achei simplesmente fantástico. Só mesmo um gaúcho poderia ter tamanha ideia em se tratando de churrasco. Parabéns ao colunista pela publicação do fato extremamente pitoresco. (Milton Mattani, presidente da Federação Paulista de Futebol Varzeano)
Começo de Conversa II
Fiquei feliz ao ler a notícia, na coluna Começo de Conversa, edição de 18/02/2016 do Jornal do Comércio, de que a recuperação do laguinho da Ponte de Pedra, construída pelo Duque de Caxias, no século XIX, foi iniciada. É uma obra bonita e que enfeita Porto Alegre, além de ser um símbolo das obras bem feitas, pois tem mais do que 120 anos. (Cirse Heinz, Porto Alegre)
Funcionalismo
Como não poderia deixar de ocorrer, repercutiu muito mal a notícia de que o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), pretendia, como opção, parcelar os vencimentos do servidores municipais (Jornal do Comércio, 18/02/2016). O grande diferencial da prefeitura de Porto Alegre tem sido o pagamento, sempre no último dia útil do mês, dos vencimentos de todo o seu quadro. Mas, vamos aguardar. (Darwin de Souza, Porto Alegre)
Sal
Muito estranha a medida proposta pela vereadora Sofia Cavedon (PT) de proibir os saleiros nas mesas dos restaurantes. Trata-se de mais uma medida arbitrária, de interferência do Estado no cotidiano da vida dos cidadãos. A continuar tal tipo de intervenções absurdas, breve teremos a proibição do uso do açúcar, da manteiga, do pão, da carne vermelha e assim por diante. Será que Porto Alegre não tem problemas maiores do que o uso do sal pela população? Estamos vivenciando por exemplo o problema de saneamento básico que provoca a proliferação de mosquitos. A prefeitura, em seu descaso pela conservação das árvores da Capital provocou, no último temporal, a queda de centenas de árvores podres, que por sorte não mataram ninguém. E assim poderíamos seguir elencando problema bem maiores do que os saleiros na mesa dos restaurantes. (Gilberto Sartori)
Telefone
Depois que a imprensa reclamou da demora no trabalho de restauração das linhas telefônicas no bairro Rio Branco, a prefeitura removeu árvores em ruas do bairro e a Oi reativou as linhas, diz 17 de fevereiro. Mesmo com celulares, faziam falta os telefones. (Nélio Ribamar, Porto Alegre)
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Segurança
Para combater a criminalidade é muito simples, pode ser até reduzido o efetivo policial, não é necessária a construção de novas casas prisionais, basta somente o seguinte: Judiciário sério e comprometido com a aplicação do Código Penal

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo