Porto Alegre, segunda-feira, 11 de janeiro de 2016. Atualizado às 21h31.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
32°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0500 4,0520 0,29%
Turismo/SP 3,7000 4,2100 0,47%
Paralelo/SP 3,7000 4,2100 0,47%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Partidos Notícia da edição impressa de 12/01/2016. Alterada em 11/01 às 22h21min

Paulo Paim decide por permanência no PT

ANTONIO PAZ/JC
Apelos de Olívio Dutra (e), Ary Vanazzi (c) e Raul Pont pesaram na decisão

Marcus Meneghetti

Depois de admitir que tendência era de sair do PT, o senador Paulo Paim (PT) decidiu permanecer na legenda a qual é filiado há 30 anos. Segundo Paim, o que pesou para a decisão foram os apelos do ex-prefeito Raul Pont (PT), do presidente estadual do partido, Ary Vanazzi, e do presidente de honra, Olívio Dutra com os quais se reuniu em uma reunião de mais de duas horas.
O senador participou de dois encontros ontem: o primeiro começou às 11h da manhã, quando sentou-se com a executiva gaúcha, na sede do PT do Rio Grande do Sul, até às 14h; o outro ocorreu na sua base eleitoral, a cidade de Canoas, quando avaliou com aliados políticos o resultado da reunião anterior.
Ao fim da reunião entre o senador e a executiva estadual, os presentes assinaram uma nota em que o PT gaúcho assumiu "o compromisso com as causas defendidas pelo senador Paulo Paim em toda a sua militância e nos seus mandatos na Câmara e no Senado". Assim como o parlamentar, o PT do Rio Grande do Sul tem feito críticas ao ajuste fiscal promovido pelo governo da presidente Dilma Rousseff (PT). "Propusemos ao senador estreitarmos as relações do PT gaúcho com o mandato dele. Estamos abraçando todas as causas que ele defende no Congresso Nacional, que inclusive confrontam o governo federal, às vezes", atestou o presidente estadual do PT, Ary Vannazzi admitindo ainda a importância de Paim para superar a crise pela qual passa a legenda.
Na avaliação do presidente de honra do PT gaúcho, Olívio Dutra (PT), as bandeiras do senador são as mesmas que nortearam a fundação do partido. "O Paim tem o compromisso com lutas sociais que são anteriores ao PT, como a distribuição de renda e a batalha contra todo e qualquer tipo de preconceito. O PT foi criado para militar por essas causas, seja no campo ou na cidade. Quem tem que sair do PT é quem cometeu erros, quem não tem compromisso com essas lutas sociais", afirmou Olívio.
O compromisso do PT gaúcho em apoiar o senador foi levado a sua base, onde a decisão foi tomada. "O apoio do PT gaúcho é muito importante para mim, porque, embora não amenize as contradições entre as causas que defendo e algumas medidas adotadas pelo governo federal, permite que eu suba à tribuna para discordar do governo em nome de muitos gaúchos", avaliou ao término da reunião com as lideranças petistas.
Em Canoas, depois de outro encontro demorado, que durou cerca de duas horas também, saiu a decisão: "Continuamos no PT para seguirmos nossa caminhada. Os pedidos feitos por Raul Pont, Olívio Dutra e pelo presidente Ary Vanazzi é claro que pesaram". 
Ao longo de 2015, Paim teve vários conflitos com posições do Palácio do Planalto, a tal ponto que chegou a considerar "constrangedor" sua permanência na base do governo, pois "trabalhava anos para aprovar um projeto, e o seu próprio governo vetava". Até este domingo, o senador Paulo Paim (PT) não hesitava em dizer que a tendência era de sair do partido para se filiar à Rede, ao PSB ou ao PDT. 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Temer diz que PMDB não pode continuar dividido na Câmara Emenda em MP do setor portuário beneficiou doador de Temer, aponta jornal
Emenda apresentada por Eduardo Cunha teria favorecido o Grupo Libra, que fez doação ao PMDB em 2014
Ciro aponta dois caminhos para barrar impeachment

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo