Porto Alegre, segunda-feira, 11 de janeiro de 2016. Atualizado às 12h49.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
29°C
32°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0230 4,0250 0,37%
Turismo/SP 3,7000 4,2100 0,47%
Paralelo/SP 3,7000 4,2100 0,47%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

vestibular Notícia da edição impressa de 11/01/2016. Alterada em 11/01 às 13h49min

Prova conteudista de Física surpreendeu candidatos ao vestibular da Ufrgs

MARCELO G. RIBEIRO/JC
Concurso deste ano teve mais de 38 mil inscritos para 4.017 vagas

Isabella Sander

Milhares de estudantes foram ontem a salas de aula de Porto Alegre, Bento Gonçalves, Imbé e Tramandaí para realizar o primeiro dia de vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). As provas aplicadas foram de Física, Literatura e Língua Estrangeira. Ao contrário dos anos anteriores, nos quais o conhecimento em Física foi, em grande parte, testado na prática, com necessidade de resolução de cálculos e aplicação de fórmulas, o deste ano surpreendeu os vestibulandos ao ser mais conteudista, desafiando os alunos a mostrar o que aprenderam de teoria nas salas de aula.
O estudante secundarista Brian Raffler, de 16 anos, está fazendo o vestibular neste ano para conhecer a prova. Seu local de exame foi no Colégio Estadual Júlio de Castilhos. "Achei bem tranquilas todas as provas. A de Física eu achei boa de fazer, com algumas matérias que eu ainda não aprendi, mas, pelo que já vi, achei bem fácil. Foi mais direcionada ao conteúdo, quase não precisei aplicar fórmulas", pondera. Os testes de Inglês e Literatura, por outro lado, se mostraram um desafio para o vestibulando, pois apresentaram muitos textos e exigiram interpretação.
Katielle Martins, de 18 anos, está tentando aprovação no curso de Ciências Sociais da Ufrgs pelo segundo ano consecutivo. Assim como Raffler, a jovem também considerou a prova de Física muito focada na parte teórica. "Teve uma grande diferença em relação ao ano passado. Neste ano, as questões estavam bem mais difíceis, devido à linguagem detalhada, questões conteudistas. Não havia tantas perguntas com necessidade de contas e cálculos, ao contrário do que acontece normalmente", observa.
A prova de Literatura, no entanto, foi o ponto auge do dia para a garota, que leu todos os livros obrigatórios. "Para quem leu bem as leituras obrigatórias, o exame veio bem tranquilo para resolução. Estou bem confiante nessa disciplina, o que é ótimo, pois pesa bastante para o curso que eu estou tentando", ressalta. Moradora de Taquari, Katielle quer, primeiro, passar em Ciências Sociais, para depois tentar um curso mais concorrido - Medicina Veterinária. Além da Ufrgs, tentará, com a nota no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), ingresso nas universidades federais de Pelotas e Santa Maria.
Vestibulando de Direito, Gustavo Henrique Forte, de 17 anos, veio de Curitiba para Porto Alegre, na esperança de conquistar uma vaga na Ufrgs. "Eu esperava que a prova estivesse mais difícil. Achei o vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) mais desafiador", revela. Este é o primeiro ano em que o adolescente faz vestibular.
Ao contrário de Raffler e Katielle, Forte considerou o exame de Literatura como o carrasco do dia. "As questões estavam bem diretas, então não dava para responder por exclusão. Além disso, teve um livro obrigatório que eu não tive tempo de ler, então tive que chutar as respostas", lamenta. Mesmo assim, o jovem demonstra-se confiante, e acha que as provas de História, Português e Redação contribuirão para sua aprovação.
Apesar de ter apenas 17 anos e estar prestando vestibular pela primeira vez, Isabelle Mello não se intimidou com a alta nota exigida, e concorre a uma vaga em Medicina. "Achei bem tranquilas as provas. Estudei bastante neste ano, então tenho chance, mas estou esperando pelo resultado do Enem para usar na Ufrgs também", explica.
A garota viajou de Uruguaiana até a Capital, para fazer o concurso na Ufrgs, na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e na Universidade Ritter dos Reis (UniRitter). "Prefiro a federal, pois é mais próxima do que eu posso pagar. As faculdades particulares de Medicina são muito caras", afirma. Pelo Enem, também se candidatou a uma vaga na Universidade Federal do Pampa (Unipampa), campus Uruguaiana. "Gostaria de ficar lá, pois sou muito apegada à minha família. Porém, pelo futuro, a gente faz tudo, né?", comenta.
Hoje, ocorrem as provas de Língua Portuguesa e Redação. Os testes serão aplicados, com início às 8h30min, até a quarta-feira. Os gabaritos são disponibilizados no site da Ufrgs (www.ufrgs.br) no mesmo dia dos exames, às 17h. Mais de 38 mil pessoas se inscreveram no vestibular deste ano, para 4.017 vagas. As áreas com mais candidatos são os bairros Independência e Centro Histórico. Os índices de abstenção são divulgados no dia seguinte à prova. O listão com os nomes dos selecionados será divulgado até o dia 23 de janeiro.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Ufrgs divulga média de acertos do primeiro dia de provas Redação da Ufrgs debate futuro do livro na era digital
Para contextualizar o assunto, a prova trouxe uma charge de Marco Aurelio

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo