Porto Alegre, terça-feira, 19 de janeiro de 2016. Atualizado às 21h33.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
31°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0530 4,0550 0,49%
Turismo/SP 3,6500 4,2400 0,23%
Paralelo/SP 3,6500 4,2400 0,23%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Logística Notícia da edição impressa de 20/01/2016. Alterada em 19/01 às 21h41min

Navegação Guarita e Braskem selam acordo

JOÃO MATTOS/JC
O empurrador Mauricio Sffair e a barcaça Eco Energia II iniciaram o transporte em janeiro

Jefferson Klein

As mais recentes embarcações da Navegação Guarita, o empurrador Mauricio Sffair e a barcaça Tanque Eco Energia II, que tiveram os seus batismos celebrados em dezembro, começaram neste mês o transporte de cargas. No dia 6 de janeiro, foi realizada a primeira viagem e outros três deslocamentos já foram feitos depois disso.
O diretor executivo da companhia, Werner Barreiro, detalha que o cliente que encomendou os serviços foi a Braskem, para movimentar produtos petroquímicos entre o terminal Santa Clara, localizado em Triunfo, até o porto de Rio Grande. O acordo envolvendo os dois grupos prevê exclusividade para a demanda da empresa da cadeia do plástico.
O novo conjunto composto pelo empurrador Mauricio Sffair e a barcaça Tanque Eco Energia II soma 120 metros de comprimento, possui 10 tanques de carga e capacidade para 5,1 mil metros cúbicos por viagem, o equivalente à carga de 170 caminhões.
Além de insumos petroquímicos, a embarcação está apta a movimentar outros derivados de petróleo e etanol. O investimento na iniciativa foi de R$ 37 milhões, que, assim como capital próprio da Navegação Guarita, contou com verbas procedentes da Linha PSI Finame, repassadas pelo Badesul.
O sistema envolvendo empurradores e barcaças visa a otimizar os recursos, diminuindo custos. A solução funciona semelhante à combinação cavalo mecânico/carreta no modal rodoviário. Nesse modelo, a Navegação Guarita pode aproveitar os empurradores já existentes e utilizar novas barcaças para fazer o deslocamento de cargas.
Outro projeto que está sendo desenvolvido pela Navegação Guarita é a conversão de um navio-tanque para trabalhar com granéis sólidos ou contêineres. A obra, conduzida pela Intecnial, no estaleiro que essa companhia arrenda em Taquari, deve ser concluída em fevereiro. A nova embarcação terá capacidade para movimentar até 75 contêineres, de 40 pés. Um dos motivos desse empreendimento é a perspectiva da retomada da atividade com contêineres no terminal Santa Clara.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Hidrovia aumentará fluxo de cargas em 2016 Navegação Guarita projeta novas embarcações Licitação para primeira fase do aeromóvel de Canoas será aberta em 2016 Movimento do porto do Rio Grande cresce 6%

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo