Porto Alegre, terça-feira, 05 de janeiro de 2016. Atualizado às 21h38.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
28°C
31°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9910 3,9930 1,01%
Turismo/SP 3,7000 4,2000 0,96%
Paralelo/SP 3,7000 4,2000 0,94%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Varejo Notícia da edição impressa de 06/01/2016. Alterada em 05/01 às 22h17min

Confiança do comércio fecha ano pessimista

ANTONIO PAZ/JC
Bohn cita o recuo das contratações de empregados e de investimentos

Com recuo de 24,2%, a confiança dos empresários do comércio gaúcho fechou o último mês de 2015 em patamar pessimista. Aos 77,8 pontos em dezembro, o resultado indica a permanência da conjuntura de confiança deteriorada e em queda generalizada. Os dados são da pesquisa Índice de Confiança do Empresário do Comércio do Rio Grande do Sul (ICEC-RS), divulgada ontem pela Fecomércio-RS.
O pessimismo dos empresários do comércio do Rio Grande do Sul é influenciado principalmente pela situação atual da economia brasileira. São diversos os fatores que contribuem para isso, entre elas a alta da inflação e das taxas de juros, atividade econômica em ritmo de queda, resultados negativos das contas públicas e forte depreciação cambial. Além disso, a instabilidade política também pesa no resultado do indicador.
Apesar do quadro atual, as expectativas em relação ao futuro persistem no campo otimista, ainda que em níveis mais baixos do que os verificados em anos anteriores. "O que sustenta esse otimismo são as expectativas dos empresários para suas próprias empresas e, em menor nível, para o comércio como um todo", salienta o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.
O indicador de expectativas dos empresários em relação ao futuro (IEEC), está em patamar otimista, aos 112,6 pontos, mas caiu 15,0% em relação a dezembro de 2014. Os dados de dezembro sobre as condições atuais (Icaec), que refletem a percepção do empresário quanto ao momento presente da economia, do setor e da própria empresa, atingiu 37,7 pontos, queda de 47,2% na comparação com o mesmo período de 2014.
"Sem mudanças significativas no cenário, a percepção dos empresários do comércio em relação às condições atuais seguiu a tendência dos últimos meses, permanecendo em níveis extremos", constata Bohn. Mais uma vez, a conjuntura de inflação e juros elevados, depreciação cambial, deterioração fiscal, instabilidade política e recessão econômica explicam essa percepção. Os outros componentes desse mesmo indicador - percepção quanto ao comércio e à própria empresa - apresentaram quedas, porém menores em relação a dezembro de 2014, com recuo de 46,0% e de 35,8%, respectivamente.
No que se refere aos investimentos do empresário do comércio (IIEC), houve redução de 20,3% na comparação com dezembro do ano passado, com o indicador aos 83,2 pontos. Segundo o presidente da Fecomércio-RS, foram determinantes para esse comportamento negativo as reduções das perspectivas de contratação de funcionários (-27,4%) e de realização de investimentos (-30,1%), que permanece em nível pessimista desde agosto de 2014.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Filiais do Nacional fecham em meio a grande tumulto Walmart vai fechar supermercados no Estado Praticidade é premiada no Carrinho Agas 2015
Produtos prontos são destaque entre agraciados desta edição
Zaffari prevê duas novas unidades no Rio Grande do Sul

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo