Porto Alegre, terça-feira, 08 de dezembro de 2015. Atualizado às 21h30.
Dia da Família.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
29°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8090 3,8110 1,35%
Turismo/SP 3,6000 3,9700 0,25%
Paralelo/SP 3,6000 3,9700 0,25%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

artigo Notícia da edição impressa de 09/12/2015. Alterada em 08/12 às 20h23min

Gestão da mudança envolve todos

Jorge Bassalo

No mundo globalizado, onde a velocidade da informação é avassaladora e as ideias e os projetos tendem a acompanhar esse ritmo em prol do crescimento das corporações, cada vez mais as mudanças organizacionais nas empresas se apresentam com maior assiduidade. Essa frequência pode provocar situações complexas e simultâneas e, ainda, pode contar com tecnologias agregadas ao modelo de cada negócio.
São muitas as razões que provocam mudanças nas organizações, como fusões e aquisições, implementação de um novo sistema etc., e se não houver gestão dessas mudanças, corre-se o risco de cada inovação se perder por falta de diretriz. Por isso, os cenários devem ser adaptados de forma estruturada para lidar com as variações.
Para que todo o planejamento não vá por água abaixo, é preciso que a organização se prepare para as mudanças internas, seja por motivos externos ou para o cumprimento das metas. Qualquer mudança, por menor que seja, pode mexer com a rotina e o lado psicológico das equipes. Nesse contexto, a participação dos executivos que compõem o alto escalão da empresa é fundamental e pode gerar uma energia mais produtiva entre os colaboradores, bem como melhores resultados.
Quanto mais a direção da organização entender a real necessidade do envolvimento de todos, mais aumentam as chances de sucesso do trabalho da gestão da mudança em gerar uma transformação nas áreas, ajudando as equipes a alcançarem seus objetivos. Um líder não envolvido impacta diretamente o desempenho de todo o grupo.
Mas vale ressaltar que não é só o líder que deve estar disposto a orquestrar e participar desse processo. Todos os profissionais devem estar engajados e comprometidos para evitar possíveis prejuízos. O resultado pode ser visto no dia a dia com melhora do clima e com o empenho do trabalho entre as equipes.
Consultor e diretor da Strategy Consulting
COMENTÁRIOS


DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Opinião econômica: O futuro é mulher O vendedor coach não apenas vende, ele questiona Opinião econômica: Risco Juros indecentes
Como vereadora, não tenho competência para legislar sobre esse tema

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo