Porto Alegre, terça-feira, 15 de dezembro de 2015. Atualizado às 16h14.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
28°C
27°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8710 3,8730 0,38%
Turismo/SP 3,7000 4,0700 1,21%
Paralelo/SP 3,7000 4,0700 1,21%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Espaço Vital Marco A. Birnfeld


Espaço Vital

Notícia da edição impressa de 15/12/2015

Vinho na cara!

GERSON KAUER/DIVULGAÇÃO/JC

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), jogou o conteúdo de uma taça de vinho no rosto do senador José Serra (PSDB-SP) durante um jantar realizado na casa do senador Eunício Guimarães (PMDB-CE), presente também o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), na semana passada, em Brasília. O incidente aconteceu quando a ministra conversava com alguns políticos.
Segundo ela, "simplesmente o Serra chegou numa roda em que não tinha sido chamado e, sem mais nem menos, despejou: 'dizem por aí que você é muito namoradeira'".
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), tentou amenizar a situação constrangedora: "Serra, a ministra casou neste ano".
Logo, Kátia enquadrou Serra. "Você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República. E, de mais a mais, nunca traí ninguém na minha vida." Em seguida, ela jogou o vinho contido numa taça que ela tinha à mão na cara do senador tucano, aos gritos de "cai fora".
Assim ocorreu, Serra tinha ficado com o paletó cinza claro, camisa branca e gravata azul tisnados de vermelho carregado.
No dia seguinte ao ocorrido, a senadora confirmou nas rede sociais: "Reagi à altura de uma mulher que preza sua honra. Todas as mulheres conhecem bem o eufemismo da expressão 'namoradeira'".
Serra também se explicou: "Fiz uma brincadeira elogiosa num clima de descontração, mas foi mal recebida. Pedi desculpas".

O vinho dos reis

Corredores brasiliense alfinetam dois potins sobre o acontecimento acima, que bem retrata o Brasil 2015.
Pergunta - Quem estaria pagando a conta da exclusiva festa (40 pessoas), seus ricos comes e bebes, música ao vivo, exército de garçons, reforço de seguranças etc. que compunham o jantar chamado de "confraternização de fim de ano"?...
Verdade - O vinho tinto que enxovalhou Serra era segundo o cardápio que ornava as exclusivas mesas um "Barolo de cor rubi, aroma de frutas confitadas, toques terrosos e leves traços de funghi".
Trata-se de um vinho produzido na Província de Cuneo, Itália. É internacionalmente conhecido como o "rei dos vinhos e o vinho dos reis". Nas casas especializadas de Brasília, o preço médio da garrafa é R$ 466,00.
 

Corrupção como regra...

...Honestidade como exceção. A lista de onde houve corrupção nos últimos anos só faz crescer: praticamente todas as grandes obras da Petrobras, Angra 3, Ministério do Planejamento, Ferrovia Norte-Sul, Belo Monte, obras da Copa e agora a transposição do Rio São Francisco, com desvios de R$ 200 milhões. Sem contar o que não se sabe ainda, é mais fácil tentar listar o que não foi saqueado.
 

Arroz sem carne

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou ao jornal espanhol El País que os pobres brasileiros terão, doravante, que fazer alguns sacrifícios: "Em vez de comer carne todos os dias, às vezes vão comer só arroz". Tentando encorajar os maiores atingidos pela crise, Lula afirmou que "a população que se beneficiou dos programas sociais para sair da pobreza extrema não deve, agora, se preocupar em retroceder, porque isso é passageiro". Luiz Inácio lembrou que, "quando cheguei ao poder, tinha medo de terminar como o ex-presidente polonês Lech Walesa. Então, eu dizia a meus companheiros: 'não posso falhar, porque, se falhar, jamais outro trabalhador será presidente'".
 

Casamento adiado

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu, na noite de sexta-feira, um rapaz de 26 anos no momento em que ele comprava maconha em um bar do Guará, em Brasília. Além dele, também foram detidos os dois homens que estavam fornecendo a droga.
O detalhe inusitado do episódio é que o jovem que comprava o entorpecente iria casar algumas horas depois. Embora ele tenha sido liberado depois de ser detido, não chegou a tempo e a cerimônia e a festa precisaram ser canceladas, por falta da presença do nubente. O prejuízo teria sido de R$ 20 mil, com a decoração da igreja e a reserva do bufê que reuniria os convidados.
O noivo foi autuado por porte de entorpecente e os outros dois homens por tráfico. A polícia preferiu não divulgar a foto do rapaz e nem outros detalhes do caso. "Ele já foi exposto demais. Teve um prejuízo enorme", disse o tenente da PM Reniery Ulbrich.
 

Os riscos de 2018

Como em ocasiões anteriores, Lula desconversou quando perguntado se seria candidato em 2018. Disse que "gostaria que fosse outro; mas, se tenho que me apresentar para evitar que alguém acabe com a inclusão social conseguida nesses anos, farei isso".
 

Mercado das bolas

Cristiano Ronaldo gastou ¤ 1,5 milhão de euros (R$ 6,2 milhões) em festa com um suposto "namorado" - informou a revista portuguesa "Flash", causando furor nas bancas, ao detalhar como o craque do Real Madrid fez recentes incursões com o amigo íntimo marroquino Badr Hari, praticante de artes marciais. A revelação também foi maciça no domingo pela televisão francesa.
O local da celebração foi na cidade de Agadir: "a festa teria terminado em um grande salão com dançarinos(as) seminus" - complementou a revista. Mais: "Cristiano não é o único a viajar para a África, sendo acompanhado por alguns companheiros do mundo das bolas".
Segundo o site www.extraoficial.com, "Cristiano viaja para Marrocos toda segunda e quinta-feira após o término de treino do Real Madrid, utilizando o seu veloz jatinho particular". Os 1.072 km da rota Madrid/Casablanca são percorridos em 85 minutos.
 

Lembrem-se deles!

Anúncio publicado no domingo em vários jornais brasileiros traz a nominata de 21 deputados federais brasileiros que votaram a favor da CPMF e contra a esmagadora maioria (86%) da população brasileira. Dois gaúchos figuram na indesejável relação dos que "é assim que eles agradecem: votando a favor da CPMF e contra você". São eles: Paulo Pimenta (PT-RS) e Pompeu de Mattos (PDT-RS).
O advento da internet e das redes sociais está agora fornecendo o antídoto mais eficaz contra uma das maiores moléstias de que sempre padeceu o povo brasileiro: a histórica amnésia política.
 

Baú do impeachment

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo, no domingo, relembrou onde estavam em 1992 durante o impeachment do ex-presidente Fernando Collor personagens centrais no atual processo de impedimento contra Dilma Rousseff (PT).
Então assessor jurídico do Planalto, Gilmar Mendes questionava a decisão do Supremo Tribunal Federal corte à qual foi indicado 10 anos mais tarde que diminuiu o prazo da defesa. Ele teve atuação destacada na defesa de Collor.
Assim como agora, o advogado Miguel Reale Júnior foi um dos autores do pedido de impeachment.
Outro dos autores do pedido contra Dilma, o advogado Hélio Bicudo também combateu Collor. Na época, entretanto, ele era deputado federal pelo PT-SP.
Ives Gandra Martins, por sua vez, deu parecer usado pela defesa de Collor na ação do impeachment. No documento, defendeu a posição de que seriam necessários dois terços dos votos na Câmara dos Deputados para que Collor fosse afastado.
 

COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Uma ação de US$ 14 milhões
A Odebrecht - a maior empreiteira do Brasil - ingressou, há duas semanas, com uma ação contra a Petrobras, na Justiça estadual do Rio de Janeiro
Uma esmola de 300 reais

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo