Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de junho de 2018.
Dia do Aeroviário.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 01/12/2015. Alterada em 22/06 às 15h07min

Bataclan

Dia 27 de janeiro de 2013, em Santa Maria, a fumaça de sinalizadores da Banda Gurizada Fandangueira causou o incêndio na Boate Kiss. Até hoje, os culpados pelo acidente estão sendo ouvidos pelo ocorrido no seu interior. Pessoas que sofreram lesões continuam curando suas sequelas, e as que partiram deste mundo não saberão como vai terminar esta história triste. Quem diria que, lá do outro lado do oceano, numa capital famosa e charmosa como Paris, também ocorreria em outra boate, no caso a conhecidíssima Bataclan, uma terrível e cruel chacina por causa de diferenças culturais, crenças políticas e religiosas entre países. Desta vez, os protagonistas foram terroristas doentes, suicidas que entraram atirando a esmo. A lição que fica para ambos os fatos é que aqui, em Santa Maria, o problema não foi político ou religioso. O erro foi a falta de cuidados quanto à liberação do Alvará para uma boate sem as condições necessárias de segurança contra incêndio. (Dorian R. Bueno, comerciário, Porto Alegre)
Bataclan II
Programa da TV mostrou como explicar ao mundo infantil as cenas, os motivos, os atores envolvidos nas atrocidades etc. a partir dos atentados de Paris, tendo o Ocidente como vítima. Longe de justificar as barbaridades que vêm sendo cometidas lá e cá, mas a reportagem foi parcial e incompleta. Paris chora, com justa razão, as mortes de pessoas inocentes, no entanto a mídia fosse imparcial não deixaria de fora a tragédia dos 500 mil inocentes iraquianos mortos pelo amalucado presidente George Bush, ou pelas bombas da Otan na então tranquila Líbia, para os quais poucas lágrimas foram derramadas. Que as crianças sejam pelo menos melhor informadas. (Eduardo Antonio Rech)
Insegurança
Incrível a ousadia dos ladrões e assassinos. Mataram uma senhora de apenas 32 anos, acompanhada do marido, para levar a sua bolsa, às 9 da noite, no Jardim Botânico. E isso perto de unidade da Brigada Militar. Tem que haver reação da Polícia e da sociedade. (Régis Monteiro, Porto Alegre)
Mega-Sena
Bem que gostaria de ter sido o premiado com os R$ 205 milhões da Mega Sena. Agora, convenhamos, a Caixa Federal poderia fracionar o prêmio quando atingisse uma soma tão alta como essa. Poderiam ter tornado milionários 10 brasileiros com prêmios de R$ 20 milhões, sendo o último com R$ 25 milhões. Mais gente apostaria, inclusive eu. E a desconfiança quanto ao sorteio (logo em Brasília?) levantada por um senador? (Nélio Saldanha, Guaíba/RS)
Aumentos
Não adianta, o Judiciário, o Legislativos e órgãos afins estão acima do bem e do mal, no Rio Grande do Sul e em Brasília. Novo aumento para os servidores destes Poderes, que estão acima dos problemas financeiros do Estado, literalmente falido. Quase R$ 200 milhões a mais de despesas em 2016. Enquanto isso, o resto do funcionalismo, Executivo basicamente, receberá 3% de reajuste. Se receberem. Isso é uma vergonha! (Paulo de Tarso Mendes,Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia