Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de julho de 2018.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

LEITURA

Notícia da edição impressa de 07/12/2015. Alterada em 10/07 às 14h19min

Para inspirar

Detalhe da capa do livro

Detalhe da capa do livro


DIVULGAÇÃO/JC
Os economistas Gustavo Franco e Fabio Giambiagi organizam uma antologia de citações cujo mote central são frases com dois dedos de maldade. Mas a maldade que dá título ao livro não é a perversidade e a da má índole, e sim um composto formado de maldade espirituosa, malícia, atrevimento, ironia, de alguns maus ditos e de muito bom humor.
O resultado é um livro leve, mas ferino, que reúne o humor, a sabedoria e a maldade de figuras proeminentes do cenário brasileiro e universal, de ontem e de hoje. Nelson Rodrigues, Getúlio Vargas, Winston Churchill, Roberto Campos, e muitos outros, entre banqueiros, políticos, escritores, esportistas, filósofos, dramaturgos e cientistas. São frases como a que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enunciou em 2006 a Renan Calheiros, então presidente do Senado: "Se você um dia for presidente da República, vai ver como é bom uma medida provisória".
Dividido por temas e organizado em ordem alfabética, Antologia da Maldade apresenta mais de quinhentos verbetes, preenchidos com observações originais, inusitadas, afiadas e divertidas sobre praticamente tudo. Gustavo Franco é professor de economia da PUC-Rio, foi diretor e presidente do Banco Central entre 1993 e 1999 e um dos criadores do Plano Real. Fabio Giambiagi é professor da UFRJ e trabalha no BNDES desde 1984.
Antologia da Maldade;Gustavo Franco e Fabio Giambiagi; Editora Zahar; 1ª edição; R$ 49,90; 280 páginas; disponível também em versão digital.

Finanças para os pequenos

Quer ensinar Educação Financeira para seus filhos? O livro A Aventura da Economia pode ser uma boa dica para quem quer iniciar. O livro trabalha a capacidade imaginativa vivencial das crianças, as ajudando a aprender sobre como economizar. A obra tem como personagem cinco crianças que têm que resolver desafios e aprender a melhor forma de economia para poder sair dos livros. Um exemplo é a Clarinha, que tem que aprender a cuidar dos seus brinquedos, pois isso é uma forma de economia. Léo é outro personagem, que precisa cuidar do material escolar, que também é uma outra forma de economizar. As crianças fazem brincadeiras e atividades no livro que as permitem viver como os personagens da obra e já aprendem o controle do dinheiro. Economizar não é só dinheiro, é como se cuida das coisas, como se vive a vida.
A autora é a especialista Ana Pregardier, que desenvolveu o método Ludico-Vivencial de Formação de Hábitos Financeiros, reconhecido cientificamente junto a entidades acadêmicas Brasileiras e na Rússia desenvolve pesquisa sobre este método junto à especialização em Psicologia pela Universidade Estatal de São Petersburgo. Atualmente, a escritora é sócia-diretora da Intus Forma Educação Financeira e do site Finanças é coisa de Criança, Colunista do Portal da Educação e pesquisadora científica sobre tema "Formação de hábitos de educação financeira em crianças".
 

Repensando o capitalismo

Philip Kotler é o maior nome do marketing, uma espécie de guru espiritual e guia indiscutível para os estudantes da área, que acabam perpetuando o conhecimento passado por ele para o resto de suas carreiras. Neste novo lançamento, ele não fala sobre conceitos como os clássicos produto, preço, praça e promoção. Sua preocupação atual é o capitalismo, e como as falhas do sistema mudaram o mundo.
Após a queda do Muro de Berlim, o capitalismo emergiu como sistema econômico dominante, passando a guiar os países mais ricos e de crescimento mais veloz. Atualmente, os problemas acarretados por esse sistema se mostram de maneira contundente em todo o mundo, tais como a concentração da riqueza nas mãos de poucos, a exploração desenfreada dos recursos naturais e a alta taxa de desemprego.
O autor lista os 14 principais problemas que afligem as economias capitalistas, outrora excepcionais. Ele analisa os fatores que determinaram essa crise do sistema, partindo do quadro global para as particularidades. Com a proposta de união das iniciativas pública e privada, ele apresenta sugestões para um capitalismo mais saudável e mais sustentável, que seja melhor para todos. É significativo que um grande nome como Kotler – que é formado em economia clássica - se preocupe a pensar e escrever sobre esse tema. Capitalismo em confronto se propõe a oferecer soluções reais para todas as falhas observadas.
Capitalismo em Confronto; Philip Kotler; Editora Best Business; 1ª edição; R$ 45,00; 336 páginas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia