Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de junho de 2018.
Dia do Turismo / Turista.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

clima

13/06/2018 - 11h40min. Alterada em 13/06 às 12h04min

Ar polar derruba temperaturas e frio permanece no Estado pelos próximos dias

Em Porto Alegre, a sensação térmica nesta quarta ficou ainda mais baixa por conta do vento forte

Em Porto Alegre, a sensação térmica nesta quarta ficou ainda mais baixa por conta do vento forte


MARCELO G. RIBEIRO/JC
A entrada de ar polar no final dessa terça-feira (12) cessou o risco de temporal e deve garantir uma sequência de ao menos 10 dias de tempo seco no Rio Grande do Sul. O sol dos próximos dias vem acompanhado de temperaturas gélidas, que na manhã desta quarta (13) já atingiram mínimas de um dígito no Estado. A sensação térmica ficou ainda mais baixa por conta do vento forte.
Em Porto Alegre, o dia começou com 9°C e as rajadas podem atingir, em média, de 40 km/h a 60 km/h ao longo do dia. Quem sofreu com o frio no início da manhã, no entanto, deve se preparar, já que marcas seguirão em queda ao longo do dia e devem atingir novas mínimas durante a noite.
A menor temperatura desta quarta, de acordo com o Inmet, foi registrada em Passo Fundo, onde os termômetros marcaram 3,5°C. O frio permanece nos próximos dias, com previsão de formação de geada em áreas do Sul, Oeste e Centro gaúcho. As máximas até domingo (17) devem ficar abaixo dos 20°C. 
Passados os temporais de ontem, em que tornados provocaram duas mortes no Estado, a Defesa Civil contabiliza 26 municípios afetados. De acordo com o último boletim do órgão, divulgado no fim da manhã desta quarta, 10 pessoas estão desabrigadas e outras 29 seguem desalojadas. O número de residências atingidas pelo mau tempo soma 2.780.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia