Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 16/05/2018. Alterada em 16/05 às 00h18min

em foco

Pelotas - foto 2 - charqueada são joão

Pelotas - foto 2 - charqueada são joão


YARA DINIZ/DIVULGAÇÃO/JC
O Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural aprovou, por unanimidade, o tombamento do
Conjunto Histórico de Pelotas.
A partir de agora, as praças José Bonifácio, Coronel Pedro Osório (ao lado, a fonte das Nereidas), Piratinino de Almeida e Cipriano Barcelos; o parque Dom Antônio Zattera; conjuntamente com a Charqueada São João (acima) e a Chácara da Baronesa são reconhecidos como Patrimônio Cultural Brasileiro. Esses locais, segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), têm grande valor histórico e artístico, por isso a necessidade de tombamento e preservação. A reunião ocorreu na manhã de ontem, na sede do Iphan, em Brasília.
O escritor e jornalista norte-americano
Tom Wolfe
morreu ontem, aos 88 anos. Considerado um dos grandes inovadores do jornalismo no século XX, ao lado de Gay Talese e Truman Capote, Wolfe estava internado em um hospital de Nova Iorque devido a uma infecção. Ele é autor de livros célebres, como A fogueira das vaidades e Radical Chic. Admirador do romancista francês Emile Zola e de outros autores de ficção realista, Wolfe era um norte-americano pouco ortodoxo, que insistia que o único jeito de contar uma grande história era sair à rua e reportá-la. "Ele era um escritor incrível", afirmou Gay Talese ontem. "E você não podia imitá-lo. Quando as pessoas tentavam, era um desastre", finalizou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia