Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 14 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2018

14/04/2018 - 09h48min. Alterada em 14/04 às 10h01min

Maioria dos brasileiros considera Lula culpado, mas prisão divide população

Cubanos apoiam Lula, enquanto brasileiros dizem que Lava Jato não investiga todos os políticos

Cubanos apoiam Lula, enquanto brasileiros dizem que Lava Jato não investiga todos os políticos


LUKA GONZALES/AFP/JC
A maioria da população brasileira (57%) considera que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Operação Lava Jato, é culpado dos crimes atribuídos a ele. O País, porém, está rachado em relação à prisão do petista: 50% são a favor e 46% são contra. Os dados são de pesquisa do instituto Ipsos.
"Os resultados mostram que a Lava Jato continua com alto suporte da população e que a prisão de Lula não encerra esse anseio", disse o diretor do Ipsos, Danilo Cersosimo. "Além disso, a polarização do País em torno da figura de Lula segue alta." Conforme o levantamento, a quase totalidade da população (95%) acha que as investigações da Lava Jato devem continuar após a prisão do ex-presidente. Mas há dúvidas sobre a abrangência das mesmas.
Para 52% dos entrevistados, não é correto afirmar que "a Lava Jato está investigando todos os políticos". Outros 41% estão de acordo com essa avaliação. A percepção de que "a Lava Jato está investigando todos os partidos" atingiu o mínimo histórico da série de pesquisas Ipsos no fim de semana da prisão de Lula. Apenas 43% dos eleitores manifestaram concordância com a frase, e 47% disseram o contrário.
É a primeira vez, em dois anos, que aparece como minoritária a parcela da população que compartilha da avaliação de que todos os partidos são investigados. Em abril de 2016, 66% da população via a Lava Jato como empenhada em investigar todas as legendas - 23 pontos porcentuais a mais do que agora.
Na pesquisa, os entrevistadores do Ipsos leem uma série de frases e perguntam se há ou não concordância em relação a elas. O levantamento começou no sábado em que o ex-presidente foi preso e se estendeu até a segunda-feira passada. Foram ouvidas 1.200 pessoas. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.
O levantamento mostra que, mesmo com a convicção majoritária da culpa do petista, existe uma forte percepção de que "os poderosos querem tirar Lula da eleição": 73% concordam com essa afirmação, e 23% discordam. A maioria (55%) também concorda com a avaliação de que "a Lava Jato faz perseguição política contra Lula". Outros 41% discordam.
Em relação à afirmação de que "a Lava Jato está mostrando que Lula é mais corrupto que os outros políticos", aparece uma nova divisão: 51% discordam, e 44% concordam.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
SIRIO C. SCHWAMBORN 14/04/2018 18h03min
"Eu não sou mais humano, eu sou agora uma ideia" ) Lula , em seu discurso no dia em que "se entregou" à PF). Pai dos Pobres !....."LUIS INÁCIO LULA DA SILVA" tudo já está pronto,o exemplo, até o argumento abaixo pode ser copiado e repetido. Poupe vida de teus seguidores e entre para história, não como corrupto, mas como vítima de um sistema de brasileiros íntegros e honestos que querem punir e acabar com a corrupção dos políticos."Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História" Getúlio Vargas, em 24/08/1954, na carta-testamento SUICÍDIO DE GETÚLIO VARGAS "Querem destruir-me a qualquer preço. Tornei-me perigoso aos poderosos do dia e às castas privilegiadas. Velho e cansado, preferi ir prestar contas ao senhor, não de crimes que contrariei ora porque se opunham aos próprios interesses nacionais, ora porque exploravam, impiedosamente, aos pobres e aos humildes. Só Deus sabe das minhas amarguras e sofrimentos. Que o sangue de um inocente sirva para aplacar a ira dos fariseus".
Eduardo Bauer Londero 14/04/2018 10h44min
E se vier alguém dizendo que muitos, senão a maioria dos penalistas e juristas brasileiros, condenam e debocham das sentenças de Moro e lamentam sua confirmação no TRF4, se se demonstrar que a divisão entre especialistas é ainda mais desfavorável aos lavajateiros, quanto tempo a imprensa vai carregar esse caixão?