Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Contas Públicas

Notícia da edição impressa de 04/04/2018. Alterada em 03/04 às 21h27min

Tesouro informa liquidação do pagamento de R$ 30 bilhões pelo Bndes

O Tesouro Nacional informou, ontem, a liquidação do pagamento de R$ 30 bilhões pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes). A transação foi realizada nesta segunda-feira, e os recursos financeiros já foram totalmente utilizados pelo Tesouro para honrar parte dos vencimentos de dívida ocorridos no mesmo dia.
A consequência imediata da devolução antecipada é a redução da Dívida Bruta do Governo Geral na mesma magnitude da operação, equivalente a 0,5% do PIB. A dívida bruta é um indicador importante para a sinalização de solvência da União.
O pagamento também contribui para a redução permanente do chamado subsídio implícito, que tem origem na diferença entre o custo de financiamento do Tesouro e a remuneração paga pelos tomadores dos empréstimos junto ao Bndes, que é geralmente menor. "Além disso, a operação reduz em R$ 30 bilhões a necessidade de operações de crédito via emissão de novos títulos, contribuindo para o balanço da regra de ouro", diz o Tesouro. A chamada "regra de ouro" do Orçamento proíbe a emissão de dívida para pagar despesas correntes, um mecanismo para impedir o endividamento.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia