Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2018

Notícia da edição impressa de 09/03/2018. Alterada em 08/03 às 22h48min

Lula vai visitar 11 cidades gaúchas neste mês

Vice-presidente nacional do PT, Macedo disse que caravana pretende verificar legado de Lula no Estado

Vice-presidente nacional do PT, Macedo disse que caravana pretende verificar legado de Lula no Estado


CLAITON DORNELLES /JC
Marcus Meneghetti
Em visita à bancada petista na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, o vice-presidente nacional do PT, Marcio Macedo, anunciou as 11 cidades que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai visitar no Rio Grande do Sul  entre os dias 19 e 23 de março. Embora seja a terceira região visitada pelo ex-presidente, que já percorreu municípios de Nordeste e Sudeste, Macedo negou que haja interesse eleitoral na viagem.
No dia 19, Lula vai de avião até Bagé, no Sul do Estado. Lá, visita o campus da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), criada durante a sua gestão. A partir daí, o resto do roteiro vai ser feito em três ônibus, percorrendo, no total, mais de 1,2 mil quilômetros.
No mesmo dia, visita Santana do Livramento, na fronteira com o Uruguai. "Lá, na praça da cidade, vai ter um conversa pública entre Lula e o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica. O Rio Grande do Sul, por fazer fronteira com outros países, abre o debate sobre o Cone Sul e as políticas de aproximação entre os dois países. Eles vão conversar sobre isso", explicou Macedo.
Em 20 de março, se reúne com reitores e diretores de institutos federais em Santa Maria. No dia seguinte, parte para São Borja, onde pretende visitar o museu do ex-presidente João Goulart e o mausoléu de Getulio Vargas.
"A visita a São Borja é emblemática, porque marca o encontro do ex-presidente Lula com a história. Afinal, Jango e Getulio buscaram implementar um projeto de soberania nacional ao Brasil. Aliás, esse tema está atualíssimo, neste momento em que o governo federal quer vender a Infraero, desestatizar a Eletrobras e desmontar o Estado brasileiro", comentou o pré-candidato do PT ao Piratini, Miguel Rosseto, que também estava presente no evento.
Em 22 de março, passa por São Miguel das Missões, Cruz Alta e Palmeira das Missões. No último dia, passa por Ronda Alta e Passo Fundo. Nesta cidade, visita os cursos de saúde do campus passo-fundense da Universidade Federal da Fronteira Sul. No mesmo dia, vem a Porto Alegre e termina a agenda em São Leopoldo, município cuja prefeitura é comandada pelo petista Ary Vanazzi.
"Foi o próprio Lula que escolheu esse roteiro", revelou Macedo - que também negou que o roteiro tivesse interesse eleitoral. E complementou: "Todos esses lugares receberam investimentos no governo dele. É uma viagem para averiguar o resultado do legado dele, para ver qual a situação das políticas públicas implementadas por ele e a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT)."
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários