Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 13/03 às 10h44min

Assistente pessoal de Trump é demitido por questão não especificada

O assistente pessoal do presidente de Donald Trump, John McEntee, foi demitido na segunda-feira (13) devido a uma questão não especificada sobre segurança, de acordo com fontes da Casa Branca. McEntee era um dos assessores que vinha servindo Trump desde os primeiros dias da campanha presidencial e não era tão conhecido como outros assistentes do presidente americano, como Jared Kushner, genro de Trump e conselheiro sênior. McEntee garantia sempre que Trump tivesse canetas para autógrafos, entregava mensagens ao presidente na Casa Branca e, nos fins de semana, certificava-se de que os relógios na Casa Branca fossem ajustados. "Não será bom para o moral", disse um funcionário da Casa Branca sobre a saída de McEntee.
O assistente foi removido dos terrenos da Casa Branca na tarde de segunda-feira, sem poder recolher seus pertences. A razão pela qual McEntee foi demitido não ficou exatamente clara. Ele teria sinalizado a colegas que havia um problema em seu histórico. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia