Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

China

Notícia da edição impressa de 12/03/2018. Alterada em 11/03 às 21h22min

China muda Constituição e aprova mandato vitalício a Xi Jinping

Xi Jinping é o líder mais poderoso do país desde a morte de Mao Tsé-tung

Xi Jinping é o líder mais poderoso do país desde a morte de Mao Tsé-tung


WANG ZHAO/AFP/JC
A China eliminou os limites do mandato presidencial da sua Constituição, dando ao presidente Xi Jinping o direito de permanecer no cargo indefinidamente e confirmando seu status como o líder mais poderoso do país desde que Mao Tsé-tung morreu, há mais de 40 anos.
O Partido Comunista anunciou a proposta de alteração no mês passado, e nunca houve dúvida de que passaria, já que o parlamento está repleto de membros leais do partido, que não se opuseram à proposta. As alterações referendadas ontem também incluem a inserção da teoria política de Xi na Constituição, algo que já foi adicionado à carta do partido em outubro, uma façanha que nenhum outro líder desde Mao havia conquistado.
Além disso, foram incluídas cláusulas para dar um desenho institucional a um novo departamento de combate à corrupção. Só houve dois votos "não" e três abstenções, em um conjunto de quase 3 mil delegados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia