Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 09 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Ensino Superior

09/03/2018 - 11h59min. Alterada em 09/03 às 12h00min

Ministério da Integração passa a compor Comitê Gestor do Fies

Fies teve mudanças importantes em 2017 com alteração de faixas e formas de financiar

Fies teve mudanças importantes em 2017 com alteração de faixas e formas de financiar


Site Fies/Reprodução/JC
O governo federal alterou o decreto que, em setembro de 2017, instituiu o Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (CGFies). De acordo com o novo texto, o colegiado agora contará também com um representante do Ministério da Integração Nacional.
Além disso, integrantes de autarquias vinculadas ao Ministério da Educação também poderão integrar o comitê, que já tinha em sua composição representantes dos Ministérios da Educação, Fazenda, Planejamento e da Casa Civil da Presidência. As mudanças estão publicadas em decreto no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (9).
O decreto também diz que está entre as competências do CGFies aprovar e encaminhar ao MEC as condições da garantia obrigatória do FG-Fies para o estudante, as regras e as condições aplicadas ao aproveitamento dos descontos concedidos sobre os encargos educacionais de caráter coletivo e regras de abatimento. Pelo texto, o grupo técnico responsável por assessorar o CGFies "promoverá reuniões com representantes de instituições de ensino e de alunos com o objetivo de ouvi-los sobre o aprimoramento do Fies."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia