Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Alterada em 12/03 às 14h49min

Inter e Grêmio aprovam árbitro de vídeo e devem usar recurso nas quartas de final

VAR não chegou a ser acionado no clássico deste domingo

VAR não chegou a ser acionado no clássico deste domingo


VALERY HACHE/AFP/ARQUIVO/JC
Grêmio e Internacional aprovaram o uso do árbitro de vídeo, mesmo que ele não tenha sido acionado no clássico deste domingo (11), e devem repetir a dose nos dois próximos Grenais. Os rivais e a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) negociam para que o recurso eletrônico seja utilizado nos duelos válidos pelas quartas de final do Campeonato Gaúcho.
O Grêmio, mandante do primeiro jogo, já deu sinal verde para que seja usado o recurso. O Inter, que recebe o segundo e decisivo clássico, também concorda. No Grenal de número 413, que fechou a fase de classificação do estadual, a equipe do árbitro de vídeo atuou em uma sala do estádio Beira-Rio e aprovou o expediente.
"Consideramos como excelente o desempenho. Por mais que não tenha havido registro de atuação nas decisões, a equipe revisou vários lances e a presença do árbitro de vídeo também inibiu atitudes nos dois times", disse Manoel Serapião, instrutor-técnico da CBF para o árbitro de vídeo.
De acordo com a equipe do VAR (sigla em inglês para árbitro de vídeo), o pênalti cometido por Victor Cuesta em Everton foi revisado para evitar qualquer margem de dúvida. O mesmo foi feito com uma falta de D'Alessandro em Luan, no final do primeiro tempo. E ainda com a jogada envolvendo Kannemann e Roger, na grande área do Grêmio, na etapa final.
O Inter reclamou do lance entre o zagueiro argentino e o centroavante e de uma jogada em que Kannemann fez falta em um contra-ataque do Inter. O técnico Odair Hellmann ainda contestou sua saída de campo por conta da expulsão do preparador físico Cristiano Nunes. Mas para os dirigentes, a presença do árbitro de vídeo foi benéfica.
Internacional e Grêmio voltam a duelar pelas quartas de final no próximo domingo (18), às 16h (Brasília). E fecham o confronto na quarta-feira seguinte (21), às 21h45, no estádio Beira-Rio. Quem passar, enfrenta Caxias ou Avenida. Do outro lado da chave estão Brasil de Pelotas, São Luiz, São José e Veranópolis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia