Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato gaúcho

Alterada em 08/03 às 00h24min

Pouco inspirados, reservas do Inter empatam sem gols com o Cruzeiro

Mesmo com empate fora de casa, Internacional segue líder da temporada regular

Mesmo com empate fora de casa, Internacional segue líder da temporada regular


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Os reservas do Inter não passaram de um 0 a 0 com o Cruzeiro, ontem, no Estádio Vieirão, em Gravataí. Após um primeiro tempo apático, o Colorado melhorou na etapa final, mas parou na falta de criatividade do meio-campo e na péssima pontaria dos atacantes. Agora, as atenções do time de Odair Hellmann se voltam para o Grenal de domingo, às 17h, no Beira-Rio.
Os primeiros 45 minutos foram sofríveis. A equipe formada por suplentes produziu muito pouco e o setor criativo não entrou em campo. As principais chances foram criadas pelo mandante. Aos 29 minutos, após cobrança de escanteio, Kozlowski subiu mais alto e cabeceou com perigo, raspando a trave defendida por Marcelo Lomba.
A segunda chegada perigosa do Cruzeirinho saiu aos 38, novamente com Kozlowski. Em cruzamento vindo da direita, Moledo se atrapalhou com os refletores, não saiu do chão, e apenas assistiu oa camisa 10 cabecear muito perto do gol colorado. A chegada mais ousada do Inter  aconteceu no lance seguinte. A defesa colorada chutou para frente e encontrou Nico López. O uruguaio viu o goleiro Deivity adiantado e tentou surpreendê-lo, mas a bola passou por cima.
Já nos acréscimos, a chance mais clara do Cruzeiro. A defesa visitante vacilou e França saiu na cara de Lomba. Mas a boa fase do goleiro falou mais alto e ele fechou o gol. No rebote, Kozlowski cabeceou, mas Cláudio Winck afastou o perigo.
O Inter voltou mais ligado para a etapa final, no entanto, a falta de pontaria não deixou o visitante marcar. Logo aos três minutos, Nico bateu cruzado, mas a bola desviou na zaga. Dois minutos depois, Winck cobrou falta com perfeição. Deivity atento espalmou, evitando o primeiro gol da partida. O goleiro do Cruzeirinho ainda falhou em duas oportunidades, mas o ataque colorado não aproveitou as chances.
Cruzeiro 0 x 0 Internacional
Deivity; Lucas Carvalho (Foguinho), Fernando Pinto, João Guilherme e Jonathan; Ben Hur, Dê, Wagner, William Kozlowski (Michel Renner); Reinaldo e França (Saldanha). Técnico: Ben Hur Pereira.
Marcelo Lomba; Cláudio Winck; Rodrigo Moledo, Thales e Ruan; Fabinho, Gabriel Dias, Juan Alano (Wellington Silva), Camilo e Nico López (Brenner); Roger (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann.
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia