Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

notas

Notícia da edição impressa de 08/03/2018. Alterada em 07/03 às 22h57min

Notas

Liga dos Campeões - Após empatar em 2 a 2 na Itália, a Juventus venceu o Tottenham por 2 a 1, em Londres, e avançou às quartas de final. Jogando em casa e usando reservas, o Manchester City foi derrotado por 2 a 1 para o Basel, mas segue no torneio, já que havia goleado por 4 a 0 no jogo de ida.
Davide Astori - Ontem, o elenco da Fiorentina compareceu ao centro de treinamentos da Federação Italiana de Futebol, em Coverciano, nas proximidades de Florença, para participar do velório e prestar homenagens ao zagueiro e capitão da equipe. Astori, que tinha 31 anos, foi encontrado morto na manhã de domingo, no quarto de hotel onde estava hospedado, antes de uma partida com a Udinese, pelo Campeonato Italiano. A causa foi uma parada cardíaca. Uma multidão de torcedores acompanhou a cerimônia.
Supercopa da Catalunha - Com equipes alternativas, Barcelona e Espanyol decidiram ontem o torneio. Nos pênaltis, um deles convertido pelo zagueiro colombiano Yerry Mina, o Barça derrotou o rival por 4 a 2, depois de empate em 0 a 0 nos 90 minutos.
PyeongChang 2018 - O Papa Francisco elogiou, durante a sua audiência geral realizada ontem no Vaticano, o papel que os Jogos de Inverno, disputados no mês passado na Coreia do Sul, desempenharam para mostrar que o esporte pode construir pontes entre países em conflito e dar uma válida contribuição para as perspectivas de paz entre os povos.
Lewis Hamilton - Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes, afirmou, em entrevista ao jornal espanhol Mundo Deportivo, que quer manter o piloto britânico até 2030. Além disso, o dirigente revelou interesse da escuderia no espanhol Carlos Sainz Junior. Hamilton tem contrato até o fim de 2020, porém, a equipe já se mobiliza para segurar o tetracampeão.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia