Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia

14/03/2018 - 10h26min. Alterada em 14/03 às 10h53min

Vendas de TVs digitais crescem 7% com fim de sinal analógico em Porto Alegre

Modelos de smart TV são os mais procurados apontaram 82,6% dos estabelecimentos

Modelos de smart TV são os mais procurados apontaram 82,6% dos estabelecimentos


ANA PAULA APRATO/ARQUIVO/JC
O prazo final para desligamento do sinal analógico das televisões é à meia-noite desta quarta-feira (14) em Porto Alegre. Com o fim do acesso, a demanda por equipamentos digitais cresceu, aponta sondagem feita pelo Sindilojas Porto Alegre. Levantamento aponta que 56,1% dos estabelecimentos consultados registram aumento nas vendas desde janeiro até começo de março, frente ao mesmo período de 2017.
A busca por aparelhos digitais teria avançado, em média, 7% nas lojas ouvidas. O sindicato observa que  87% dos locais com alta em vendas relacionam com a migração do sinal analógico para o digital. Os modelos de smart TV são os mais procurados, disseram 82,6% dos estabelecimentos. 

Entenda a mudança e confira mais sobre o mercado:

  • O que acontecerá quando o sinal analógico de TV for desligado em minha cidade? Assim que o sinal analógico de TV for desligado, toda a programação dos canais abertos transmitidos pelo sinal analógico deixará de ser exibida. A tela de sua TV exibirá uma mensagem informando que o sinal analógico foi desligado e que a programação continua sendo exibida pelo sinal digital.
  • Por que preciso de uma antena UHF? Porque outros modelos de antena não captam o sinal digital de televisão. Sem uma antena UHF, os televisores não poderão exibir a programação dos canais abertos de televisão transmitidos pelo sinal digital.
  • Por que preciso de um conversor? Só precisará de um conversor quem utiliza TVs de tubo ou TVs de tela plana que não tenham o conversor embutido. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.
  • Preciso comprar uma televisão nova? Não. Todas os televisores podem ser utilizados para assistir os canais abertos transmitidos pelo sinal digital. Porém, seu televisor pode precisar de adaptações. Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante. Cada televisor precisa de um conversor externo, desde que não tenha o conversor embutido.
  • Posso usar qualquer tipo de antena para captar o sinal digital? Não. A antena deve ser UHF e, de preferência, externa, instalada no telhado de casa. Posso usar o conversor com uma TV que já vem com um conversor embutido? Não há necessidade, pois a TV com conversor embutido só precisará estar conectada a uma antena UHF para encontrar os canais transmitidos pelo sinal digital.
  • Qual o tipo de antena mais adequado? Antena externa: Usada no telhado das casas. É a mais indicada para captar o sinal digital. Antena interna: Pouco recomendada para captar o sinal digital, pois pode sofrer influência de barreiras, como paredes. Antena coletiva: Indicada para captar o sinal digital em prédios ou condomínios. Fale com o seu síndico para saber se o seu prédio já possui essa antena.
Fonte: Seja Digital
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia