Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Sistema Financeiro

13/03/2018 - 18h57min. Alterada em 13/03 às 19h09min

Dyogo Oliveira assume presidência do Banco de Desenvolvimento da América Latina

Esta é a primeira vez que um brasileiro assume o cargo mais alto da diretoria

Esta é a primeira vez que um brasileiro assume o cargo mais alto da diretoria


JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL/JC
Agência Brasil
O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, assumiu a presidência da Diretoria-Executiva do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) nesta terça-feira (13). Esta é a primeira vez que o Brasil ocupa o cargo máximo da diretoria. Ele vai ocupar o posto por um ano.
Por meio da assessoria de imprensa, o ministro disse que "nesse período teremos como prioridade fortalecer as ações do CAF no apoio ao desenvolvimento da infraestrutura dos países da região. Buscaremos, em especial, fortalecer o apoio a projetos que ampliem a integração econômica da região".
A posse foi durante reunião na Cidade do Panamá em que os membros do CAF aprovaram as contas do banco em 2017, que totalizaram US$ 12,2 bilhões em programas e projetos. As aprovações para programas e projetos no Brasil somaram US$ 1,25 bilhão em 2017.
O CAF tem como missão impulsionar o desenvolvimento e a integração regional mediante o financiamento de projetos dos setores público e privado. Dezessete países da América Latina e Caribe são sócios do Banco, ao lado da Espanha e Portugal, além de treze bancos privados.
No Brasil, atualmente o banco mantém uma carteira de 10 operações. e está presente em todas as regiões do País.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia