Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Serviços

13/03/2018 - 08h39min. Alterada em 13/03 às 08h47min

Funcionários dos Correios suspendem greve no Rio Grande do Sul

Greve dos Correios durou 24 horas e atingir serviços de atendimento e distribuição

Greve dos Correios durou 24 horas e atingir serviços de atendimento e distribuição


FREDY VIEIRA/JC
Com a derrota no Tribunal Superior do Trabalho (TST) para impedir aumento no desconto de plano de saúde, funcionários dos Correios no Rio Grande do Sul decidiram retomar o trabalho. Os serviços que chegaram a ser afetados devem ser retomados nesta terça-feira (13). A paralisação foi de 24 horas. A assembleia foi no final da tarde desta segunda-feira (12), em Porto Alegre.
Já a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) recomendou, em nota em seu site, a continuidade da paralisação e analisa nesta terça o impacto da decisão do TST.    
A secretária-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos (Sintect-RS), Elídia Machado, diz que a categoria segue mobilizada e aguarda acesso ao acórdão do TST para preparar uma moção de repúdio. A decisão é tomada regionalmente, a partir de assembleias gerais. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Anderson Silva 13/03/2018 09h07min
Nem faz diferença se estão em greve ou não, aqui no meu bairro o carteiro não entrega correspondência há uns 3 meses! Se a gente não imprime as faturas, pagamos tudo com atraso!