Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Varejo

Alterada em 08/03 às 13h02min

Fecomércio-RS projeta crescimento de até 6% em vendas na Páscoa

Fecomércio-RS alerta que base de comparação de 2017 é deprimida

Fecomércio-RS alerta que base de comparação de 2017 é deprimida


MARCO QUINTANA /JC
As vendas de Páscoa no Rio Grande do Sul devem registrar um crescimento entre 5% e 6% neste ano segundo avaliação econômica realizada pela Fecomércio-RS. A entidade lembrou que a base de comparação de 2017 é mais deprimida e apontou que há fatores que estimulam o consumo em 2018.
Entre os fatores estão, condição financeira das famílias gaúchas que teria melhora frente ao mesmo período do ano passado, recuperação ainda marginal do mercado de trabalho e elevação da intenção de consumo. É esperada maior demanda por chocolates. 
Deve impulsionar as comprar, recuo de preços. O IBGE registrou queda de 9,02% nos preços de barras e bombons nos últimos 12 meses, até janeiro de 2018, enquanto a inflação medida pelo IPCA no mesmo período foi de 2,86%. Mas, adverte a Fecomércio-RS, na Região Metropolitana de Porto Alegre, chocolates em barra e bombons tiveram elevação de 12,32% em 2015 e de 19,16% em 2016.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia