Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

comércio exterior

07/03/2018 - 10h57min. Alterada em 07/03 às 11h02min

Presidente da UE critica Trump e diz que guerras comerciais são fáceis de perder

Tusk reage ao estabelecimento de tarifas sobre aço e alumínio importado definidas por Trump

Tusk reage ao estabelecimento de tarifas sobre aço e alumínio importado definidas por Trump


EMMANUEL DUNAND/afp/jc
O presidente da Comissão Europeia, Donald Tusk, criticou nesta quarta-feira (7) o anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de estabelecer tarifas sobre aço e alumínio importados, dizendo que há risco da ação desencadear uma disputa séria entre os EUA e o resto do mundo.
"O presidente Trump disse que guerras comerciais são boas e fáceis de vencer. Mas a verdade é o oposto: guerras comerciais são ruins e fáceis de perder. Por esse motivo, eu acredito fortemente que agora é a hora para políticos dos dois lados do Atlântico agirem com responsabilidade", afirmou.
Tusk propôs que os líderes da UE tenham um debate extraordinário sobre comércio. "Nós precisamos ter um objetivo claro em mente: manter o comércio global vivo. E, se necessário, proteger os europeus de uma turbulência comercial, incluindo respostas proporcionais em acordo com a Organização Mundial do Comércio (OMC)", apontou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia