Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 06/03 às 19h26min

Petróleo fecha em leve alta, influenciado por projeções do DoE

Os contratos futuros de petróleo encerraram o pregão desta terça-feira (6) em leve alta, depois de oscilarem entre o terreno positivo e o negativo. A sessão foi direcionada pelo movimento do câmbio e pelas projeções mensais do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês).
Na Nymex, o barril do petróleo WTI para abril subiu 0,05%, para US$ 62,60. Já o Brent para maio, negociado na Intercontinental Exchange (ICE), avançou 0,38%, para US$ 65,79.
Desde a manhã, os investidores relatavam a fraqueza dos fundamentos para o mercado de petróleo na sessão. Em dias assim, o dólar costuma ser um importante fundamento, já que direciona a demanda externa pelo barril. Quando a moeda americana cai, a cotação dos contratos lastreados nela tende a subir, já que se torna mais atrativa para investidores de fora dos EUA.
No meio da tarde, porém, o Doe divulgou o relatório mensal com as perspectivas para o setor de petróleo no curto e médio prazo, ajudando a manter o sinal de alta.
Segundo o departamento americano, o consumo médio mundial vai subir para 100,20 milhões de barris por dia (bpd) em 2018. Além disso, a agência avalia que a maioria dos indicadores fundamentais de oferta e demanda sugerem os estoques estão em declínio.
O DoE estima ainda que a produção média diária dos Estados Unidos deve passar do nível de 9,32 milhões de bpd para 10,70 milhões de bpd este ano e para 11,27 milhões de bpd em 2019.
Para esta quarta-feira, os investidores aguardam ainda a leitura de estoques semanais do DoE, que saem no começo da tarde. A expectativa de analistas ouvidos pela Dow Jones Newswires é de alta de 2,3 milhões de barris de petróleo na semana.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia