Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 13/03/2018. Alterada em 12/03 às 21h15min

Disputa ideológica

A Assembleia Legislativa aprovou, com apenas um voto contrário (do deputado Pedro Ruas, PSOL), o Projeto de Lei que altera o período chamado "Estágio Probatório" dos servidores concursados do Poder Judiciário de dois para três anos. Embora pareça absolutamente normal esta proposição, ela carrega consigo profundo conteúdo ideológico e se caracteriza por ser mais um dos tantos ataques que estes trabalhadores vêm sendo vítimas. Se assim não fosse, não teria tido o deputado Marcel van Hattem (PP) como seu maior defensor. O projeto visa unificar os prazos para a concessão de estabilidade aos concursados. Entretanto, do ponto de vista político, este é mais um capítulo da intensa batalha ideológica que se trava na sociedade: de um lado, os defensores do Estado mínimo, do neoliberalismo desenfreado; e, de outro, os que pensam o contrário, que o Estado deva suprir todas as necessidades básicas da população. O que causou mais espanto, neste episódio, foi a posição dos partidos ditos de "esquerda". PT, PCdoB e PDT votaram todos com a mesma posição do deputado do MBL! (Érico Corrêa, servidor público)
Buracos
Realmente, Porto Alegre é a capital dos buracos. Tem um, na esquina das avenidas Getúlio Vargas com José de Alencar, que é um perigo. A José de Alencar, asfaltada, surpreende com um buraco grande que faz estremecer os veículos. A Smov não tem mais uma equipe para fazer pequenos remendos nas vias públicas, como antigamente? (João Pedro Papaleo)
Futebol
O trânsito na avenida Beira-Rio, mais de uma hora após o encerramento do Grenal, estava todo trancado, dezenas de ônibus atravancando a via. A EPTC não destaca mais azuizinhos para ordenar o fluxo em dias de jogos no estádio do Inter? (Paulo de Tarso Pimentel)
Justiça
A Justiça do Brasil precisa se modernizar. São códigos ultrapassados no tempo, com tantas filigranas, recursos, prazos, tudo entremeado de um vocabulário chamado, pelo povo, de "juridiquês", que ninguém entende, e a sensação é a de que só ladrão de galinha vai para a cadeia. Basta! (Oriovaldo Freitas da Silva)
Ciências Econômicas
Paulo Lessa é importante na história da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Rio Grande (Furg). E o dr. Mariano da Rocha Filho foi o verdadeiro criador da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tarso Dutra, então ministro da Educação, ajudou na empreitada, junto com Mariano da Rocha Filho e dom Antônio Zátera. (Samir Curi Hallal, empresário, Pelotas)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia