Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 01/03/2018. Alterada em 28/02 às 20h40min

Onda de frio causa morte de pelo menos quatro pessoas na Europa

Na França, tempo instável 
provocou problemas no trânsito

Na França, tempo instável provocou problemas no trânsito


/PASCAL GUYOT/AFP/JC
A neve e o frio voltaram a atingir países europeus com força ontem. Há pelo menos quatro mortes confirmadas.
Na Eslovênia, onde a temperatura chegou a 27 graus abaixo de zero, um homem morreu perto da cidade de Maribor após sair de casa para pegar lenha. Na Sérvia, um idoso que sofria de demência foi encontrado congelado dois dias depois de desaparecer de sua casa. Outro homem que sofria de demência também foi vítima do frio em Bornholm, na Dinamarca. Já na Holanda, um homem caiu em um lago após o gelo ceder e não resistiu.
No Reino Unido, estradas foram fechadas e trens ficaram parados devido à neve e ao gelo. Várias linhas de trem e metrô de Londres operam com atrasos. Voos nos aeroportos de Heathrow e de Dublin, na Irlanda, foram cancelados.
A maior parte do território francês está sob alerta para grandes quantidades de neve, gelo e vento. Em Montpellier, o transporte público e o tráfego foram afetados, e voos saindo do aeroporto atrasaram devido à neve. Os serviços de meteorologia avisaram que o frio deve continuar até sexta-feira.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia