Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 12/03/2018. Alterada em 09/03 às 18h51min

Representatividade feminina no setor automotivo

Claudia Marcucci
O empoderamento feminino está em pauta nos mais diversos veículos de comunicação e tem se ampliado como tema de engajamento social para a promoção de um cenário com mais igualdade para as mulheres. A presença da mulher nos mais diversos setores da economia vem crescendo, inclusive nos cargos de chefia, assim como a sua ausência nesses papéis e diferenças de remuneração estão sendo questionadas. O mesmo vem ocorrendo no setor automotivo.
Dados do Ministério do Trabalho divulgados recentemente mostram que a participação feminina no mercado de trabalho formal atingiu o patamar de 44% de todo o território nacional. Em um país com um forte movimento para a introdução feminina nas vagas, é uma evolução positiva, porém com ressalvas ainda a serem discutidas sobre cargos e diferenças salariais. E com a maior presença da mulher no mercado, ela tornou-se uma potencial consumidora do setor automotivo.
No segmento automotivo, a presença da mulher em cargos de liderança, apesar de ainda ser pequena, vem ganhando destaque, refletindo positivamente nos resultados de companhias. Grandes corporações como General Motors, PSA e Ford colocaram mulheres em cargos importantes, como diretoras de marketing, desenvolvimento de novos produtos e até mesmo CEO.
Mas ainda há muito para melhorar o cenário: a indústria automotiva conta com 83% dos cargos em empresas da cadeia produtiva ocupados por homens. O dado faz parte da pesquisa Presença Feminina no Setor Automotivo, levantamento inédito realizado por Automotive Business em parceria com a MHD Consultoria no segundo semestre de 2017.
Na Campneus, o número de mulheres em cargos de liderança e em operação técnica em lojas chega a 30% do quadro de colaboradores. São novos tempos em que as companhias estão entendendo o crescimento dessas consumidoras e que a representatividade é importante para alinhar sua filosofia com a dessas mulheres.
A representatividade da mulher no setor automotivo e em cargos de liderança ajuda a transpor barreiras. Com o crescente aumento da mulher como consumidora das empresas do setor automotivo é imprescindível que essas empresas estejam mais alinhadas às expectativas, e filosofias desse público, para que seja possível atendê-lo e somente com o aumento de lideranças femininas isso será alcançado de maneira mais efetiva e assertiva.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia