Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 24/01/2018. Alterada em 23/01 às 22h20min

Um salto em segurança

A ECR Gestão de Riscos, de Porto Alegre, deu um salto tecnológico em matéria de segurança de condomínio, aplicando um dos mais avançados sistemas, com reconhecimento de faces e verificação automática de placas dos veículos autorizados a circularem no local, segundo o diretor Eduardo Nascimento Cruz. Ele foi implantado no Horizon Clube Residencial, em Estância Velha, com 364 lotes de casas de alto padrão. "Ao chegar no condomínio, o carro é identificado automaticamente pela placa, e o sistema já seleciona a foto do motorista e de todos os passageiros. A partir disso, ele compara o rosto do condutor com o da foto do cadastro. Se o motorista não estiver cadastrado, o sistema emite um aviso de alerta e bloqueia a entrada. O acesso dos pedestres é via biometria e uso de catracas.
Os primeiros empregos
Na contramão do País, McDonald's Brasil encerrou 2017 com 14 mil vagas para jovens do primeiro emprego. Destas, 6,8 mil são novas, ou quase 20 contratações por dia de pessoas entre 16 e 25 anos - a faixa etária que mais sofre com o desemprego. Para 2018, a expectativa é gerar 15 mil vagas, chegando a 65 mil até 2020.
Meta da Bibi em 2018
Calçados Bibi, de Parobé, fechou 2017 com 18 novas lojas, totalizando 104, e sua meta para 2018 é mais 25, com foco na região Sudeste do Brasil, mas também no mercado internacional, segundo o presidente, Marlin Kohlrausch.
A palavra é disruptura
A evolução tecnológica se expressa hoje em vários setores pela palavra disruptura. No sistema financeiro ocorre, por exemplo, na criação das criptomoedas, como a Bitcoin. E no varejo a Amazon acaba de lançar a primeira loja física sem caixa registradora e atendente para evitar filas. O cliente compra, sai e só paga depois no cartão.
Disney no ParkShopping
O Show do Mickey Mouse que está encantando o público infantil - e também o adulto - na programação especial de férias do ParkShopping de Canoas para os pequenos continua até 4 de fevereiro com os personagens Mickey, Minnie, Pluto, Pateta e Pato Donald. Compras de R$ 250,00 dão direito a um par de ingressos para assistir ao musical, em formato de talk show comandado pelo Mickey Mouse.
Novo curso de sommelier
Há só mais seis vagas para completar a nova turma do curso profissional de sommelier da seção gaúcha da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS), com início no dia 2 de março. Já há 39 inscritos de seis de estados: Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Maranhão. Ao todo, serão sete módulos, sendo o primeiro entre 2 e 4 de março, na Vinícola Aurora.
Pelo livre exercício da profissão
A Sociedade Brasileira de Computação (SBC) encerrou 2017 com 7.167 novos associados, um crescimento superior a 48%, o que fortalece a entidade na luta pela manutenção da liberdade do exercício da atividade dos profissionais de TI. De quase 1 milhão de profissionais do segmento em atividade no Brasil, menos de 500 mil têm curso superior de Informática. E por isso a entidade apoia o Projeto de Lei (PL) 4.408/2016, que desvincula a regulamentação à participação em conselhos de profissionais, e propõe uma regulamentação que garanta a liberdade do exercício da atividade e que valorize a competência do profissional, e não a posse de diplomas específicos, segundo o presidente Lisandro Zambenedetti Granville.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
SERGIO 24/01/2018 11h13min
Disney no ParkShopping - De novo pela lei Rouanet? Quanto dessa vez? Affonso, tu não precisa, já tens nome! Deixa para os "focas". n