Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

TRANSPORTE COLETIVO

Notícia da edição impressa de 13/12/2017. Alterada em 13/12 às 08h49min

EPTC extingue linhas de ônibus em três bairros

Linha 431 - Carlos Gomes é uma das que deixam de circular

Linha 431 - Carlos Gomes é uma das que deixam de circular


MARCO QUINTANA/JC
A redução de passageiros no transporte coletivo de Porto Alegre acabou causando a extinção de três linhas de ônibus nesta semana - pelo menos esse foi o motivo dado pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Uma nota foi publicada ontem, no site da prefeitura, alegando que a sobreposição de trajetos causou a extinção das linhas, as quais foram substituídas por uma nova e pela readequação do trajeto de outra. No entanto, conforme relatos de usuários das linhas excluídas, a extinção ocorreu ainda no sábado, sem aviso prévio.
Com as mudanças, as linhas 430 - Bela Vista/Anita; 430.2 - Bela Vista/Anita (via Carazinho e Ijuí); e 431 - Carlos Gomes foram substituídas pelo itinerário ampliado da linha 525 - Rio Branco/Anita/Iguatemi e pela criação da linha 432 - Carlos Gomes/Petrópolis. Todas as linhas extintas pertencem ao Consórcio Via Leste.
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/12/13/206x137/1_onibuseptc-1698446.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5a3104eedcd55', 'cd_midia':1698446, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/12/13/onibuseptc-1698446.jpg', 'ds_midia': 'EPTC extingue linhas de ônibus em três bairros', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'EPTC extingue linhas de ônibus em três bairros', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '628', 'cd_midia_h': '310', 'align': 'Left'}
O gerente de Planejamento de Transportes, Flávio Tumelero, alega que as mudanças representam um ganho para os usuários dessas linhas. "É um itinerário que vai melhorar o atendimento ao usuário, a frequência. Eram linhas sobrepostas. É um itinerário mais racional, que vai facilitar o cumprimento de viagens", garante.
Para Tumelero, a incorporação do atendimento de umas linhas a outras não trará prejuízos aos usuários dos ônibus. "As linhas farão um itinerário mais enxuto, por vias mais rápidas, permitindo que o usuário chegue mais rapidamente ao destino", comenta.
Segundo cálculos da EPTC, o intervalo entre um ônibus e outro de cada uma dessas linhas será de cerca de 10 minutos, período inferior ao realizado nos trajetos extintos. No entanto, Tumelero crê que algumas pessoas terão de caminhar um pouco mais para chegar às paradas específicas, visto que as linhas deixarão de passar em algumas ruas dos bairros Petrópolis, Rio Branco e Bela Vista.
A redução de passageiros foi um dos motivos que levou a EPTC e as empresas de ônibus a estudarem possíveis alterações nos itinerários. De acordo com a Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), o sistema de transporte coletivo de Porto Alegre perdeu, de 2013 a 2016, 12,89% dos usuários (de cerca de 18,2 milhões para quase 16 milhões). "Precisamos equilibrar o sistema. Temos diversas linhas com queda de demanda e tivemos de fazer alguns ajustes", pondera Tumelero. A empresa está fazendo estudos e planeja mais alterações nos próximos meses.
Segundo a EPTC, a economia de rodagem por mês será de 40 mil quilômetros. A reportagem do Jornal do Comércio também procurou a ATP, mas, por meio de nota, a associação se limitou a informar que "o consórcio Via Leste esclarece que as linhas 430, 430.2 e 431 não tiveram seu atendimento excluído, e sim incorporado a outras linhas". A ATP também esclareceu que as alterações ocorreram com autorização da EPTC. 
Para minimizar transtornos aos usuários, os locais estão sendo sinalizados. Mais informações sobre a mudança de itinerário no site www.eptc.com.br e nas redes sociais da empresa, ou, ainda, pelo telefone 118.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia