Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 03 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Notícia da edição impressa de 04/12/2017. Alterada em 03/12 às 21h38min

Grêmio perde para o Galo e acaba em 4º

A derrota não desqualifica a ótima atuação dos jogadores da base do Grêmio, ontem, diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte, pela última rodada do Brasileirão. Com uma equipe totalmente formada por jogadores da casa, o Grêmio acabou perdendo por 4 a 3 para o Galo. No entanto a equipe mostrou ótimas qualidades individuais, que podem repor jogadores machucados ou possíveis negociações. O resultado deixou o Tricolor com a quarta colocação do campeonato.
Não é todo dia que um clássico do futebol nacional tem sete gols. E os meninos do Tricolor pularam na frente. Aos 34 minutos, Jean Pyere pegou rebote e bateu cruzado no fundo das redes. Dois minutos depois, Elias tabelou com Fred e deixou tudo igual. Porém, ainda no primeiro tempo, aos 43, Jean Pyere, melhor da partida, acionou Pepê, que colocou o Grêmio novamente na frente. Mas ainda deu tempo de o Galo empatar. Aos 46, Otero cobrou falta com perfeição.
O Grêmio voltou a surpreender na etapa final. Aos 15 minutos, Pepê avançou pela direita e cruzou na medida para Batista fazer o 3 a 2. Mas o Galo foi insistente e voltou a igualar o placar aos 21, quando Fred aparou cruzamento de Robinho.
Após 12 minutos de paralisação devido à falta de luz, aos 56 minutos, com um a menos, Otero, novamente na bola parada, acertou um belo chute, quase da intermediária, garantindo o 4 a 3, dando números finais ao confronto.

Coritiba e Avaí são os últimos rebaixados; Chape está na pré-Libertadores

A última rodada definiu os outros dois times que irão disputar a Série B na próxima temporada. Como Atlético-GO e Ponte Preta já haviam caído, ontem, Avaí e Coritiba amarguraram o descenso. Os paraenses iniciaram a rodada fora da zona de rebaixamento, mas com um pênalti, já nos acréscimos, a Chapecoense, em casa, venceu por 2 a 1 e rebaixou o Coxa. A vitória colocou os catarinenses na pré-Libertadores, logo no primeiro ano em que o clube enfrentou o desastre do avião que caiu em novembro do ano passado. Já o Vitória, que também lutava pela permanência, sofreu um gol, também de pênalti, nos minutos finais, e acabou perdendo por 2 a 1, mas, pelo saldo de gols, os baianos seguem na Série A, em 2018. O Avaí lutou até o último minuto na Vila Belmiro, mas ficou apenas no empate por 1 a 1 e não conseguiu se manter na elite do futebol nacional. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia