Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 02 de julho de 2017. Atualizado às 22h45.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Israel

Notícia da edição impressa de 03/07/2017. Alterada em 02/07 às 21h24min

Ex-premiê Ehud Olmert é libertado após 16 meses na prisão

O ex-primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, deixou a prisão ontem, depois que uma comissão de liberdade condicional lhe concedeu liberação antecipada de sua sentença de 27 meses de detenção por corrupção. Olmert, de 71 anos, ficou 16 meses preso.
Os termos da libertação antecipada estipulam que, para os próximos meses, o ex-premiê deve fazer trabalho voluntário, se apresentar à polícia duas vezes por mês e não dar entrevistas à mídia ou sair do país.
Olmert foi condenado em 2014 por ter aceitado subornos para promover um projeto imobiliário em Jerusalém e obstruído a Justiça. As acusações referiam-se a um período em que ele era prefeito de Jerusalém e ministro do comércio, antes de se tornar primeiro-ministro, em 2006.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia