Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 16 de maio de 2017. Atualizado às 18h16.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

aviação

Alterada em 16/05 às 18h16min

Conselho de aeroportos alerta sobre impacto de restrição a eletrônicos em voos

Com a possibilidade de que os Estados Unidos proíbam alguns eletrônicos em viagens de avião com origem na Europa, representantes de aeroportos do continente alertam sobre o impacto da decisão. O Conselho Internacional de Aeroportos europeu (ACI Europe) afirma que qualquer medida tomada deve ser proporcional à ameaça.
Os aeroportos mais movimentados do continente europeu sofreriam maior impacto, por causa do grande número de voos para os EUA, diz o diretor-geral da indústria aeroportuária do grupo ACI Europe, Olivier Jankovec. "Alguns voos para os Estados Unidos precisariam ser cancelados no curto prazo. Outros sofreriam atrasos que comprometeriam conexões nos EUA".
O alerta foi feito um dia antes do encontro entre representantes dos Estados Unidos e da União Europeia para discutir a segurança na aviação. Em março, os EUA proibiram eletrônicos em voos de dez aeroportos do Oriente Médio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia