Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h41.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Educação

Notícia da edição impressa de 10/01/2017. Alterada em 09/01 às 22h43min

Redação do vestibular na Ufrgs aborda estilo

Os vestibulandos descobriram ontem o tema da tão temida redação do processo seletivo de 2017 da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). A prova incitou os candidatos a falar sobre a imitação e a produção de um estilo próprio, a partir de citações do escritor moçambicano Mia Couto e da cantora brasileira Elis Regina. Os trechos revelam o entendimento dos dois artistas sobre suas singularidades, construídas a partir de modelos de outros.
As redações são avaliadas por dois examinadores distintos, que atribuem escores entre 0 e 10. Se as notas tiverem distanciamento maior ou igual a 2,5 pontos, a prova é reavaliada por um terceiro examinador. A redação equivale a 50% da prova de Língua Portuguesa. Os outros 50% correspondem a 25 questões de múltipla escolha.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia