Porto Alegre, quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016. Atualizado às 23h28.
Dia do Atleta Profissional.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
32°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9340 3,9360 0,63%
Turismo/SP 3,7500 4,0300 0,24%
Paralelo/SP 3,7500 4,0300 0,24%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Conjuntura Internacional Notícia da edição impressa de 11/02/2016. Alterada em 11/02 às 00h27min

Alta do iene ameaça crescimento do Japão

TORU YAMANAKA/AFP/JC
Resultados corporativos mais fracos no país asiático podem significar um freio nos salários e nos gastos

O iene se fortaleceu a seu nível mais forte ante o dólar desde 2014, diante da corrida global por segurança em pregões recentes. Isso ameaça, porém, o delicado equilíbrio que o primeiro-ministro Shinzo Abe e o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) desejam construir no mercado. A volatilidade dos mercados financeiros leva importantes investidores globais a buscar a segurança no iene, que se valorizou para a casa dos 115 ienes ante o dólar na terça-feira, mesmo com a decisão do BoJ de introduzir no mês passado taxa de juros negativa.
A apreciação do iene pode ameaçar os planos do Japão de uma retomada do crescimento com sua nova política monetária, o que dirigentes de bancos centrais esperam que encoraje o gasto dos consumidores. Mas uma moeda mais forte pesa sobre os lucros das empresas japonesas, ao tornar as exportações mais caras, e resultados corporativos mais fracos podem significar um freio nos salários e nos gastos.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Fed avalia retardar a alta gradual dos juros Governo brasileiro anuncia apoio à reeleição de Lagarde no FMI
Barbosa ressalta confiança na habilidade de Lagarde na condução de temas multilaterais
Fed mantém juros e diz que inflação deve permanecer baixa no curto prazo

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo